Tags: Lançamentos |

A Fidelity entra na guerra das comissões em gestão passiva


Acaba de se cumprir o primeiro aniversário desde que a Fidelity International comunicou a sua estreia como provedora de ETFs, e a gestora a aproveitou a efeméride para comunicar uma novidade: o lançamento de uma gama transfronteiriça de fundos indexados com custos muito competitivos.

Concretamente, a empresa acaba de lançar seis fundos indexados transfronteiriços de ações. A gama, domiciliada na Irlanda, oferece exposição aos mercados dos EUA, Europa, Japão e Ásia Pacífico sem Japão, assim como exposição em bloco a mercados desenvolvidos e mercados emergentes. As comissões vão desde 0,06% do fundo com o S&P500 como referência, até 0,2% do fundo que réplica o MSCI Emerging Markets.

Da entidade esclarecem que estes fundos indexados estarão disponíveis pela mesma comissão independentemente da importância investida, tanto para investidores diretos (através de plataformas de investimento) como para grossistas e institucionais. Além disso, os fundos dispõem de classes cobertas em libras e euros, pois considera que desta forma proporcionará aos investidores maior flexibilidade para gerir o risco de taxa de câmbio.

Profissionais
Empresas

Notícias relacionadas

A sério que é necessário tanto CFA?

Desde 2005, o volume de ativos nas mãos de gestores profissionais manteve-se plano, enquanto o número de candidatos registados para fazer o exame que permite obter a acreditação disparou. Estamos perante um crescimento que responde a uma necessidade real ou uma borbulha?

Anterior 1 2 3 Siguiente

Próximos eventos