A Columbia Threadneedle Investments irá transferir os ativos dos seus clientes europeus para os seus fundos luxemburgueses


Os danos colaterais do Brexit continuam. A Columbia Threadneedle Investments acaba de comunicar os seus planos para transferir os ativos dos seus clientes na UE da gama OEIC, que tem a empresa sediada no Reino Unido, para os fundos equivalentes da sua gama domiciliados na sua SICAV no Luxemburgo, com o objetivo de prestar o melhor serviço aos clientes europeus após a saída do Reino Unido da UE. As transferências estão sujeitas à aprovação dos acionistas.

São um total de 20 fundos provenientes da gama OEIC, da Threadneedle, entre os quais se encontram alguns dos mais significativos da empresa, como por exemplo, o Threadneedle Credit Opportunities Fund, o Threadneedle American Fund (Blockbuster e Consistente Funds People) ou o Threadneedle UK Equity Income Fund (Blockbuster Funds People). Para além disso, a gestora anunciou que irá lançar 13 novos fundos já na sua SICAV luxemburguesa.

“A nossa prioridade é oferecer segurança e continuidade aos nossos clientes. Ao facilitar a transferência dos ativos dos nossos clientes europeus para a nossa gama existente no Luxemburgo, garantimos que os tais clientes possam continuar a aceder às nossas melhores estratégias de investimento num fundo que cumpre com os requisitos da norma UCITS, independentemente do acordo final a que o Reino Unido e a UE cheguem”, comentou a CEO da Columbia Threadneedle para a região EMEA, Michelle Scrimgeour, acerca do movimento.

Os investidores dos fundos afetados irão receber informação detalhada sobre os prazos durante os quais poderão realizar as transferências dos seus ativos para os diferentes fundos. A Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (Commission de Surveillance du Secteur Financier, CSSF), a entidade reguladora de Luxemburgo, e a Autoridade de Gestão Financeira (Financial Conduct Authority, FCA), a entidade reguladora do Reino Unido, foram informadas sobre as transferências propostas.

Com esta decisão, a Columbia Threadneedle torna-se na segunda empresa com ADN britânico que toma uma decisão deste nível para proteger os seus investidores do continente, seguindo os passos da M&G Investments: esta gestora comunicou em março do ano passado a criação de uma nova estrutura jurídica em Luxemburgo e a sua intenção de lançar uma nova gama de fundos SICAV antes de março de 2019 e, em janeiro deste ano, iniciou o processo de transferência dos ativos de quatro dos seus fundos de capital variável domiciliados no Reino Unido para fundos equivalentes na sua plataforma luxemburguesa.

Empresas

Notícias relacionadas

O Mais Lido