Tags: Fintech |

5% das Fintech em Portugal são da área de wealth management


Num ano em que as Fintech ganharam um espaço físico em Portugal, com a abertura da Fintech House, o crescimento foi muito além de portas. No último relatório “Portugal Fintech Report 2020”,  a start up que tem por objetivo ser um ponto de networking entre este tipo de entidades, mostra que muita coisa mudou desde que lançaram a sua primeira reflexão. “É incrível ver como nos desenvolvemos, quanto crescemos”, começam por referir.

E como se estrutura este mercado atualmente em Portugal?

portugal_fintech

fintech2

Como visível,  o peso do sector de wealth management ainda não é robusto, contabilizando apenas 5% do total de Fintech existentes no nosso país. 3% ficam reservados para as empresas de Capital Markets.

(Clique na imagem para aumentar)

fintech_panorama

 

2020 trouxe o nascimento de duas Fintech da área de Capital Markets & Wealth Management: a Finlayer e a Condinglibra. Destaque para a Finlayer, que, segundo o documento, está a desenvolver uma solução de software as a service na área de wealth management, que, como referido no documento, “ajuda gestores, agências de valores, e assessores financeiros, com as atividades que têm de desenvolver no seu dia-a-dia, permitindo aos advisors terem um foco total na relação com os seus clientes e na gestão de um grande número de portefólios”.

Consulte o relatório completo “Portugal Fintech Report 2020” aqui

Notícias relacionadas

Próximos eventos