Tags: Obrigações | Ações |

2014 continua a ter mais captações que resgates


Mais um mês positivo no que toca às captações líquidas dos fundos de investimento mobiliário. O relatório mensal, publicado pela APFIPP, mostra que este ano as captações tem-se evidenciado face aos resgates, sendo esta a tendência nos quatro meses de 2014.

Em abril, o saldo é positivo na ordem dos 12,3 milhões de euros o que corresponde a 1.082 milhões de subscrições contra 1.069 milhões em resgates.  Para este volume de captações líquidas em muito contribuíram entidades como a Caixagest, a Santander Asset Management ou a CA Gest, entre outras.

Quase 800 milhões ano

No entanto, abril foi o mês mais modesto no que toca às captações líquidas de 2014. No corrente ano o valor já atinge mais de 778 milhões de euros, com a ESAF a contribuir com mais de metade desse valor, com 427 milhões de euros. Acima dos 100 milhões de euros ainda aparece a Caixagest, a CA Gest e a Santander Asset Management. Já o valor total de captações supera os 4.359 milhões de euros contra os 3.580 milhões em resgates.

Último ano ainda negativo

Analisando os último doze meses, o valor acumulado ainda é negativo na ordem dos 76 milhões de euros. Este valor evidencia, ainda mais, o facto de 2014 estar a ser um ano onde os investidores estão a voltar ao mercado, tal como demonstrado anteriormente, através do acumulado de 778 milhões este ano.

Empresas

Notícias relacionadas