Tags: Obrigações | Ações |

Yields a descerem em Portugal


2013 foi um ano em que Portugal começou a dar a volta, retomando o caminho positivo. Esse foi possível ver através dos Obrigações do Tesouro nos prazos mais importantes e com mais impacto (cinco e dez anos), as yields desceram desde do dia 1 de janeiro até ontem.

Muita tinta correu durante o ano sobre a dívida pública e as yields que tornam a economia portuguesa sustentável. Portugal recorreu à ajuda externa nos primeiros meses de 2011, quando as yields das obrigações do tesouro se encontravam suficientemente altas para o financiamento do país nos mercados internacionais. Nos dias seguintes ao pedido de ajuda externa, as obrigações do tesouro a cinco anos estavam acima dos 11%. Já a 10 anos a yield estavam acima dos 9%.

2013 foi um ano de recuperação da economia nacional. No final do ano o país saiu oficialmente da recessão que estava mergulhado nos últimos anos, a taxa de desemprego está a baixar, embora de forma muito lenta, e a economia está finalmente a recompor-se. Apesar da austeridade, a economia portuguesa tem dado sinais de que está no caminho certo: as exportações aumentam, o saldo da balança comercial melhora, entre outros.

Em maio tudo baixou

No mês de maio, as yields a cinco e a dez anos baixaram para os mínimos de 2013. O motivo desta descida prende-se com a descida da taxa de juro por parte do BCE para os 0,5%, o valor mais baixo até então. Nas semanas seguintes as yields nacionais atingiram o valor mais baixo do ano, tendo depois começado a subir, para que no final do ano estejam em valor que começam a tornar a economia portuguesa sustentável.

As yields a cinco ano fecharam o dia a semana passada nos 4,875%, tendo atingido o mínimo no dia 21 de maio onde se fixou nos 4,201%. Já o máximo do ano foi de 7,05% atingido a 12 de julho de 2013.

Já a dez anos, o mínimo foi atingido no dia 20 de maio quando se fixou nos 5,199%. Já o máximo foi de 7,357% que foi atingido no dia 12 de julho. Já no final da semana passada as yields fecharam a cotar nos 5,987%.

Yields a 5 anos

Yield a 10 anos

O Mais Lido

Próximos eventos