Tags: Negócio |

Wave Securities desembarca em Portugal pelas mãos de Isabel Calado e José Martins Soares


A Wave Securities, detida a 100% pela Wave Investment Partners, foi fundada em 2013 por Nicola Oliva e Filippo Cortesi. Os dois principais accionistas associados à casa mãe, nascida em 2010, iniciaram o seu negócio com o foco na recuperação e gestão de carteiras de crédito de empresas tanto financeiras como de outros sectores de atividade como o farmacêutico ou energético. Com cerca de duas décadas de experiência no sector financeiro a nível internacional, Oliva e Cortesi consideram que dar este passo para Portugal é “uma clara oportunidade”. Juntam-se como acionistas da casa mãe Catarina Castro, na qualidade de chief investment officer do braço de gestão de ativos da entidade – Orwell Capital - e Ricardo Lourenço que será responsável pela área de risco da unidade em Portugal.

A Wave Securities tem a sua estrutura operacional e de suporte na sua sede em Londres e irá desenvolver agora toda a sua atividade com clientes ibéricos pela mão de dois reconhecidos profissionais do  sector financeiro. São eles: Isabel Calado, previamente responsável pela área de exportações da Galp Energia, foi ainda diretora de marketing da mesma empresa. Calado desempenhou também funções de investor relations na SAG, SGPS tendo sido, antes disso, analista de sell side em várias instituições financeiras portuguesas. Por seu lado, José Martins Soares, anteriormente chief strategist do BESI (atual Haitong), que tem ainda no seu currículo entidades como J.P. Morgan e Morgan Stanley.

“Uma clara oportunidade”

Para os dois profissionais a Wave Securities representa “um meio de dar forma numa nova empresa à sua experiência profissional” já que se trata “de algo que queremos construir para o futuro, da nossa reputação e do nosso negócio”, dizem à Funds People Portugal. Comungam com os partners da casa mãe a ideia de oportunidade também no que toca a Portugal e ao investimento estrangeiro no país. Enquanto boutique de investimento, dirigem-se a clientes institucionais e corporate, atuando em cinco áreas core: equity e fixed income research, corporate access, investment advisory, sales & trading services e capital intro & raising.

Quando o tema são os valores e a diferenciação face a outros players, Calado e Martins Soares fazem uma comparação com uma “viagem em primeira classe numa companhia aérea”. Acreditam que “a experiência de gestão de distressed debt do grupo traz para o negócio uma grande consciência de risco”. Da sua parte, incorporam na sua actividade aquilo que denominam por “capital emocional”, ou seja, uma “atuação que respeitará altos standards de ética a fim de beneficiar verdadeiramente o cliente”. Como vantagens ainda enumeram o “acesso privilegiado a investidores estrangeiros” e a consideração de que “originamos, executamos e distribuímos como poucos conseguem fazer em Portugal”.

A entidade, com sede em Londres, é devidamente regulada pela FCA Securities. 

O Mais Lido

Próximos eventos