Tags: Negócio |

Volume de fusões e aquisições em Portugal cresce 254% em 2017


Dados publicados pelo relatório mensal de M&A da Transactional Track Record, revelam que o mercado português de fusões e aquisições registou 25 transações no mês de maio, o que equivale a um crescimento de aproximadamente 92%.

Ainda de acordo com o mesmo, nove operações tiveram valores divulgados e somaram 352 milhões de euros, o que representa uma redução de 3%, face ao mês anterior. Portugal acumula, nestes cinco primeiros meses do ano, um total de 147 operações e 9,5 mil milhões de euros, o equivalente a um crescimento de 254%.

Até ao momento, o subsetor mais ativo continua a ser o imobiliário, com 23 operações e um crescimento de 28%. Segue-se o Financeiro de Seguros, com 14 operações e um crescimento de 56%, e a Tecnologia com o mesmo número de transações, no entanto com uma redução de 18%. Já no panorama mensal, destacam-se os subsetores Imobiliário e Turismo, Hotelaria e Restauração, ambos com quatro operações contabilizadas no mês de maio.

Cross-border

As empresas nacionais continuam a seguir alvos de investimento estrangeiros. Só nos primeiros cinco meses do ano, foram registadas na TTR mais transações de cross-border inbound que durante todo o ano de 2013 e metade do total de 2016. Espanha é o país que mais destaca relativamente ao número de operações (17) e os Estados Unidos em termos de valor, ultrapassando os mil milhões de euros. Em terceiro lugar está o Reino Unido como o país com mais empresas que adquiriram negócios em Portugal, com seis transações e um investimento de 522 milhões de euros. Posto isto, o subsetor que mais se destaca é o Imobiliário.

Já no cenário de aquisições outbound, Portugal parece caminhar a passos mais lentos que os anos anteriores. As seis operações registadas no TTR estão distantes das 22 realizadas no ano de 2016 e 27 acumuladas em 2015. Foram feitas quatro aquisições espanholas, uma na Grécia e outra no Reino Unido. Destaque para o setor de Consultoria, Auditoria e Engenharia.

Private Equity e Venture Capital

As três operações de private equity em Portugal no mês de maio resultam num acumulado de 18 transações e  um valor revelado de aproximadamente 2 mil milhões de euros.  Os subsetores mais ativos foram a Saúde, a Higiene, a Estética e a Elétrica. A empresa que mais se destacou foi o Grupo Sonae.

No âmbito do venture capital, não houve nenhuma transação registada no TTR e o acumulado do ano permanece com 16 operações e um valor revelado de 21,8 milhões de euros. A empresa que mais se destaca é a Portugal Ventures.

Transação do mês

A transação destacada pelo relatório transacional é a aquisição por parte da empresa espanhola do setor imobiliário ORES, da totalidade do capital social da Portitail, uma empresa portuguesa no mesmo setor. O valor da transação foi de quase 5,5 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos