Tags: Negócio |

Volatilidade nos fundos mobiliários nos últimos doze meses


A volatilidade é medida pelo desvio-padrão nos mercados financeiros. Ao longo do ano passado, a volatilidade foi descendo nos fundos de investimento nacionais, quando se analisa o ano imediatamente anterior. Em janeiro de 2013 o desvio-padrão a um ano foi de 7,1% enquanto no final do ano o valor se situou abaixo dos 6%.

A imagem evidencia que ao longo dos meses do último ano, o desvio-padrão médio da indústria nacional foi descendo, em termos médios. Mesmo com o anúncio durante o ano da redução dos estímulos por parte da FED, a melhoria das condições económicas na Europa, entre outros factores, a volatilidade foi caindo.

E nos fundos?

Com dados de 227 fundos, analisados pela Morningstar, existem sete produtos que apresentaram uma volatilidade acima de 20%, em 2013. À cabeça vem o Santander PPA da Santander Asset Management com um indicador de 22,58%. Muito perto aparece o fundo da Millennium Gestão de Activos, o Millennium PPA com um desvio-padrão de 22,4%. Com 21,05% vem o Invest AR Médias Empresas Portugal, da Invest Gestão de Activos.

O Caixagest Liquidez e o Montepio Monetário Curto Prazo foram os dois fundos menos volatéis ao longo de 2013, com um desvio-padrão de 0,03% e 0,04%, respetivamente.

 

Análise Funds People a partir dos dados disponibilizados pela Morningstar. 
Dados Morningstar a 31 de dezembro de 2013
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos