Tags: Negócio | Movimentos |

Volatilidade do PSI-20 em queda desde janeiro


A Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) analisou os indicadores mensais do mercado de capitais português e elaborou o relatório relativo ao passado mês de julho. De acordo com esses dados, no mês em análise o Índice PSI-20 fechou em cerca de 5200 pontos, um aumento de 0,7% face ao mês anterior e 9,3% a mais do que no período homólogo de 2016.

Em termos de volatilidade, o PSI-20 fixou-se nos 10,64% no mês de julho, abaixo dos 15,76% fixados no período homólogo. Desde janeiro até julho, o índice registou 12,42% de volatilidade, igualmente uma descida face ao que foi registado em igual período do ano passado.

1

Relativamente à composição do índice, no final do período em questão, o BCP (16,19%), a Jerónimo Martins (11,59%) e a EDP (11,53%) foram os emitentes com maior representatividade. Especial destaque para o BCP, onde se verificou uma variação homóloga significativa, de 10,317%, em comparação com os restantes títulos.

2

O valor das transações efetuadas no mercado secundário a contado totalizou os 3.357,2 milhões de euros, um crescimento de 826,6 milhões (32,7%) face ao mês anterior, mas mais de 1.730,9 milhões de euros (106,4%) do que no período homólogo do ano passado. Destes, na Euronext Lisbon, o volume de transações situou-se nos 3.282,4 milhões de euros, o que representa uma subida de 34,2% face ao mês de junho e de 107,3% relativamente a julho de 2016.

A nível dos valores transacionados entre janeiro e julho, foram registados cerca de 18.407,3 milhões de euros, um aumento de 18,8% face ao período homólogo de 2016 (15.498,3 milhões de euros).

A capitalização bolsista da Euronext Lisbon totalizou 282.296,0 milhões de euros, mais 9.422,3 milhões (3,5%) do que em junho e mais 25,8% do que no período homólogo. O segmento acionista subiu 5,9% para 153.422,5 milhões de euros e o segmento obrigacionista aumentou 0,7% para 125.555,8 milhões de euros.

 

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos