Viagem “sem destino” quando o assunto são os melhores fundos de ações do mercado nacional


Pode dizer-se que os melhores fundos de ações - presentes na indústria nacional - nos 7 meses decorridos no ano de 2015, andam na casa dos 23% de retorno, e apenas se diferenciam quando a análise é feita à décima.

Dos mais cerca de 60 fundos de ações do mercado nacional considerados pela plataforma Morningstar Direct, são quatro os fundos que estão no topo das rendibilidades, e cujo retorno anda na casa dos 23%. O Caixagest Acções Japão, da Caixagest, e o Millennium Acções Portugal, da Millennium Gestão de Activos, são os dois fundos com maior retorno no período e coincidem na sua performance: 23,78% de ganhos nos primeiros sete meses de 2015.  Salta obviamente à vista o quão díspar é, em geografia, o universo de investimento de cada um dos produtos.

Os fundos na casa dos 23% de retorno                                                                  

O Caixagest Acções Japão, gerido pela Caixagest, como obviamente o nome indica “apresenta-nos” um fundo que investe no mercado de ações japonês. Segundo a página online da Morningstar, o fundo, no final de julho, tinha uma maior exposição ao sector da indústria financeira, de 20,76%, seguido do sector de Consumo cíclico. O Japão tem registado um forte crescimento durante este ano, e o índice MSCI Japan apresenta no período em análise (de janeiro a julho) um retorno de 14,33%.

Mudamos automaticamente de ‘chip’, para um universo de investimento que nos é bem mais familiar. Investindo nos valores cotados nacionais, o Millennium Acções Portugal, agora sob o comando de Nuno Marques, tem nas maiores posições em carteira um futuro sobre o PSI 20, posições na NOS SGPS, na Sonae SGPS,  no BCP e ainda na Semapa.

Muito próximo, com 23,76% e 23,66% de retorno surgem dois fundos da Montepio Gestão de Activos, casa que deixa antever a “natureza” destes produtos. Falamos dos sectoriais Montepio Euro Financial Services e do Montepio Euro Telcos, que conseguem respetivamente as rentabilidades já indicadas. Recorde-se que recentemente, o fundo que investe em empresas tecnológicas passou para o lugar cimeiro das 10 melhores rentabilidades nos últimos 12 meses, dos fundos mobiliários, ranking que a APFIPP elabora semanalmente.

Portugal: palavra com presença vincada

Os três ‘postos’ abaixo dos 23% de rentabilidade desde o início do ano até julho trazem o mercado nacional para as luzes da ribalta. Junta-se assim à presença do Millennium Acções Portugal no lugar cimeiro desta análise, outros três fundos que olham para as ações nacionais. O BPI Poupança Acções, gerido pela BPI Gestão de Activos arrecada no período ganhos de 22,19% e, analisando a ficha de produto referente ao mês de julho, recorda-se a boa forma do mercado nacional no mês, altura em que subiu 2,95%, “em linha com a valorização das restantes bolsas europeias”. Ainda no comentário mensal da entidade reforçam que “as melhores contribuições para a performance do BPI PPA no mês foram NOS, Altri e Sonae”.

O Invest AR Médias Empresas Portugal, da Invest Gestão de Activos, alcança os 21,25% de retorno nos sete meses de 2015. A carteira do fundo, segundo a página da Morningstar, apresenta nas cinco maiores posições investimentos na Sonae SGPS, BCP, Galp, EDP-Energias e Portugal e Mota Engil. Da Banif Gestão de Activos encontramos com 21,17% de ganhos o Banif Acções Portugal, que tem como gestor Jorge Guimarães. Na ficha de produto online, o gestor explica que no mês de julho as grandes ajudas para o fundo foram as “suas posições em Altri, NOS, Sonae SGPS, Corticeira Amorim e Sonae Capital”. Por outro lado, o profissional conta que no mês em questão “aumentaram a exposição a Galp e Ibersol, , por contrapartida de uma redução na exposição a Impresa, a NOS e a Sonae SGPS”.

Na tabela abaixo, com os 20 fundos de ações mais rentáveis no período verifica-se que Portugal mantém-se em destaque, juntamente com outros universos de investimento.

20 fundos de ações com melhor rertorno de nos primeiros 7 meses do ano 

Fundo GestoraRentabilidade de janeiro a julho (%)
Caixagest Acções JapãoCaixagest 23,78
Millennium Acções Portugal Millennium Gestão de Activos23,78
Montepio Euro Financial Services Montepio Gestão de Activos23,76
Montepio Euro Telcos Montepio Gestão de Activos23,66
BPI Poupança Acções (PPA) BPI Gestão de Activos 22,19
Invest AR Médias Empresas Portugal FIMAInvest Gestão de Activos 21,25
Banif Acções PortugalBanif Gestão de Activos 21,17
Montepio Euro HealthcareMontepio Gestão de Activos 21,08
BBVA PPA Índice PSI 20 BBVA Gest 20,69
BPI PortugalBPI Gestão de Activos 19,86
Millennium Eurofinanceiras Millennium Gestão de Activos19,74
Caixagest PPA Caixagest 19,05
Montepio Acções EuropaMontepio Gestão de Activos18,76
BPI Ibéria BPI Gestão de Activos 18,41
Montepio AcçõesMontepio Gestão de Activos18,22
NB Poupança AçõesGNB Gestão de Ativos17,62
Caixagest Acções Portugal Caixagest 16,64
Montepio Euro Utilities Montepio Gestão de Activos 16,45
NB Ações Europa GNB Gestão de Ativos15,28
Caixagest Postal Acções Caixagest 15,27
Fonte: Morningstar Direct, a 31 de julho
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos