Valor sob gestão dos OICVM ultrapassa os 9 mil milhões de euros


No final do mês passado, o valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários (OICVM) ascendia a 9.010 milhões de euros, mais 3% do que no final de fevereiro, o que representa um aumento de 265 milhões de euros, segundo os dados publicados pela CMVM. Já nos fundos de investimento alternativo (FIA) a situação foi inversa, com o montante sob gestão a descer 4,1% para os 3.068 milhões de euros.

Em termos de número de fundos, no final de março existiam 205 produtos, menos 5 do que no final do mês anteriores. Durante o terceiro mês de 2015 foram liquidados três fundos de investimento geridos pela Barclays Wealth Managers Portugal: o “Barclays Obrigações Euro 2015, I; o Barclays Obrigações Euro 2015, II”; e ainda o “Barclays Obrigações Euro 2015, III”.

Foram ainda liquidados os fundos “Caixagest Valor BRIC 2015”, gerido pela Caixagest, e o “NB Rendimento Fixo IX”, gerido pela GNB Gestão de Ativos.  

Crescimento de quase 10% em três meses

Entre o final do ano passado e o fim do primeiro trimestre de 2015, o valor dos ativos sob gestão dos OICVM sofreu um incremento de 9,53%, o que corresponde a cerca de 784 milhões de euros em ativos sob gestão. Mesmo com uma diminuição do número de fundos nesse período, o montante sob gestão conseguiu crescer e ultrapassar os 9 mil milhões de euros.

Já nos montantes geridos pelos FIA houve um decréscimo de 10% no primeiro trimestre do ano.

Caixagest na liderança

A Caixagest continua a ser a gestora com a maior quota de mercado. No final de março a entidade geria 31 fundos e tinha uma quota de mercado que atinge os 31,6%. Com 24 fundos surgem três entidades: a BPI Gestão de Activos, a Santander Asset Management e ainda a GNB Gestão de Ativos, embora com representação diferente no mercado. A BPI Gestão de Activos com uma quota de 16,4%, a Santander Asset Management com 16% e a GNB Gestão de Ativos com 6%.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos