Valor sob gestão dos fundos imobiliários sobe com gestão de património


O valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário harmonizados (FII), especiais (FEII) e de gestão de património imobiliário (Fungepi) totalizou 12.999,0 milhões de euro em Fevereiro, o que representa um aumento de 43,6 milhões de euros face a Janeiro.

Esta evolução ficou a dever-se ao desempenho evidenciado pelos Fungepi, cujo valor gerido pelos três fundos teve um aumento mensal de 8,7% para 742,7 milhões de euros, de acordo com o relatório mensal dos fundos de investimento imobiliários divulgado pela CMVM. Trata-se de três fundos abertos, geridos pela Fimoges.

O montante gerido pelos FII recuou, em Fevereiro, 0,2% para 8,74 mil milhões de euros, tendo o dos FEII ficado estável na ordem de 2,71 mil milhões de euros.

Os imóveis destinado ao sector dos serviços foram, segundo o mesmo documento, o principal alvo das aplicações tanto dos fundos harmonizados e especiais abertos, atingindo um peso de 45,5% nas carteiras, no referido período. Já nos fundos de gestão de património imobiliário, o comércio é a finalidade da maioria dos imóveis detidos, com um peso de 33,9% do total.

Entre as sociedades gestoras, a Fundger tem a maior quota de mercado, 12,9%, seguindo-se a Interfundos, com 10,5%, e a ESAF, com 8,5%.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos