Tags: Obrigações | Ações |

Valor das carteiras sob gestão discricionária aumenta em Novembro


O valor das carteiras sob gestão discricionária cresceu 0,7% em Novembro, face ao mês anterior, para 50,54 mil milhões, estando a subir desde Julho, quando se situava em 47,9 mil milhões, de acordo com o relatório estatístico mensal de gestão de patrimónios, da APFIPP.

Comparativamente com o início de 2012 e com o período homólogo do ano passado, o valor representa uma descida de 0,1% e 2,3%, respectivamente.

Apenas duas sociedades gestoras concentram 64,4% do montante total sob gestão discricionária (ou 32,57 mil milhões de euros); a Caixagest gere 18,63 mil milhões e regista o maior crescimento mensal e desde início do ano, em termos absolutos, e a F&C tem sob gestão 13,94 mil milhões. Em terceiro lugar surge a ESAF – GP, com um montante gerido de 6,17 mil milhões de euros, de acordo com os dados da APFIPP de final de Novembro.

A Dunas – Gestão de Activos apresenta o maior aumento mensal e em 2012, em termos percentuais, de 6% e 69,4%, respectivamente, tendo terminado o mês passado com 9,1 milhões sob gestão.

As seguradoras continuam a ser a categoria de clientes que tem maior volume de activos sob gestão (69,6% do total) tendo, em Novembro, sido as carteiras dos fundos de investimento as que tiveram maior subida percentual (de 0,5%) nos activos sob gestão, segundo o mesmo relatório divulgado pela APFIPP.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos