Tags: Obrigações | Ações |

Valor aplicado pelos fundos em dívida da UE continua a aumentar


 

O montante que os fundos de investimento portugueses têm aplicado em títulos de dívida da União Europeia (UE) voltou a aumentar em Março, correspondendo à quarta subida mensal consecutiva.

De acordo com o boletim estatístico de Maio, o total das aplicações em dívida da UE foi de 3,82 mil milhões de euros, um aumento face aos 3,62 mil milhões em Fevereiro; do valor de Março 3,55 mil milhões dizem respeito a títulos de dívida da União monetária.

O total aplicado em dívida da UE está  aumentar desde Dezembro de 2012, quando atingiu 3,39 mil milhões de euros, face aos 3,24 mil milhões verificados em Novembro.

Quanto a aplicações em títulos de dívida do resto do mundo houve uma descida para 690 milhões de euros.

Nas acções e outras participações, o montante aplicado recuou para 1,54 mil milhões no caso da UE, tendo aumentado para 790 milhões de euros nas do resto do mundo. No total, os fundos de investimento tinha aplicados 6.845,3 milhões de euros em títulos emitidos por não residentes em Portugal, no final de Março, em alta comparativamente com os 6,74 mil milhões de euros em Fevereiro, um montante que está também a crescer há quatro meses consecutivos.

No caso dos títulos emitidos por residentes em Portugal, o valor das aplicações teve uma descida mensal, passando para 3,86 mil milhões de euros, de 4,16 mil milhões em Fevereiro. Os únicos tipos de títulos em que houve um aumento no valor das aplicações foi nos de dívida de sociedades não financeiras e participadas, que se situaram em 729,4 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos