Tags: Negócio |

UPs Internacionais crescem mais do que as nacionais no mês passado


Todos os dias há um sobe-e-desce constante nos fundos de investimento derivado da movimentação dos mercados financeiros. Segundo os dados publicados pela APFIPP, no último dia do mês passado o saldo entre as Unidades de Participação no mês de abril e de maio era positivo, com um crescimento global na ordem dos 95 milhões de euros.

Internacionais ganham aos nacionais

Excluindo os fundos de fundos, as unidades de participação de fundos estrangeiros aumentaram em 20 milhões de euros, contra os 13 milhões nos produtos nacionais. Das diversas dezenas de categorias APFIPP, aquela que mais contribuiu para este aumento foi a dos “Fundos Flexíveis” que tiveram um crescimento de 17 milhões de euros em UPs de fundos internacionais. Acima dos dez milhões de euros ainda se destacam as categorias “Poupança Reforma” e “Outros Fundos”, com 10 e 14 milhões de euros, respetivamente.

Do lados das UPs de fundos nacionais, o maior crescimento foi disputado entre os fundos da categoria “Mercado Monetário” e “Fundos mistos predominantemente de obrigações”, com o vencedor a ser a segunda categoria com 4,8 milhões contra os 4,7 milhões no Mercado Monetário.

UPs nos fundos de fundos crescem significativamente

Analisando apenas os Fundos de fundos, verificamos que houve uma tendência. Nas três categorias APFIPP de fundos de fundos, em todas houve um decréscimo das UPs de fundos domiciliados em Portugal. Já nas UPs de fundos não domiciliados em Portugal o movimento foi contrário, com os “Predominantemente Obrigações” a cresceram mais de 51 milhões de euros.

Unidades de Participação nas categorias APFIPP

CategoriaRegiãoCrescimento Absoluto Abril-Maio
Fundos de Fundos - ObrigaçõesNão domiciliados em PT51 052 053 €
FlexiveisInternacionais17 286 320 €
Outros FundosInternacionais14 224 861 €
Fundos de Fundos - MistosNão domiciliados em PT10 827 087 €
Poupança ReformaInternacionais10 630 090 €
Mistos - ObrigaçõesNacional4 871 130 €
Mercado MonetárioNacional4 750 868 €
Outros FEIInternacionais3 937 929 €
Outros FundosNacional3 457 879 €
Fundos de Fundos - AçõesNão domiciliados em PT3 245 440 €
FEI ImobiliárioInternacionais2 046 751 €
Outros FEINacional1 107 865 €
Mistos - ObrigaçõesInternacionais918 066 €
Mistos - AcçõesInternacionais911 914 €
FlexiveisNacional727 490 €
Obrigações Taxa FixaNacional369 788 €
FEI Retorno AbsolutoNacional258 219 €
FEI FlexíveisInternacionais245 251 €
Obrigações EuroInternacionais145 081 €
FEI Retorno AbsolutoInternacionais84 477 €
FEI ObrigaçõesInternacionais61 247 €
FEI FlexíveisNacional37 542 €
FEI ImobiliárioNacional31 215 €
FEI MistosInternacionais17 164 €
Ações NacionaisNacional2 553 €
FEI ObrigaçõesNacional633 €
Obrigações Taxa IndexadaNacional-19 €
Ações InternacionaisInternacionais-203 779 €
Poupança AcçõesInternacionais-206 960 €
Ações InternacionaisNacional-263 932 €
Fundos de Fundos - AçõesDomiciliados em Pt-283 551 €
UE, Suíça e NoruegaInternacionais-294 870 €
Fundos de Fundos - MistosDomiciliados em Pt-333 462 €
Mistos - AcçõesNacional-920 912 €
Poupança ReformaNacional-988 438 €
Ações NacionaisInternacionais-1 973 168 €
Fundos de Fundos - ObrigaçõesDomiciliados em Pt-2 766 081 €
FEI Curto PrazoInternacionais-27 089 921 €

Fonte: APFIPP a 31 de maio

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos