Último triénio: os fundos de obrigações acima de 10%


Não chegam a ser três dezenas os produtos de obrigações no mercado nacional (categorias APFIPP: Obrigações Euro, Obrigações Mundial, Taxa Indexada e Taxa Fixa) com dados para os três anos anteriores a 19 de dezembro, data em que a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios publicou os dados.

De todos os fundos, apenas quatro conseguem apresentar rendibilidades anualizadas de dois dígitos no período analisado. Desses quatro, três são da mesma casa de investimento, no caso, a ESAF.

De acordo com a Associação, os produtos de obrigações taxa fixa euro caracterizam-se por serem “Fundos que investem pelo menos 1/2 da carteira em obrigações de taxa fixa. Todos os activos são emitidos em moeda Euro e pelo menos 90% deles encontram-se cotados em Mercados da União Europeia”; enquanto os de taxa variável euro são “Fundos que têm por objectivo investir, em média, um mínimo de 1/2 da carteira em obrigações de taxa indexada. Todos os activos estão denominados em Euro (ou têm cobertura cambial), e pelo menos 90% deles encontram-se cotados em Mercados da União Europeia;”

O fundo mais rentável dos últimos três anos, desta classe de ativos, é o ES Obrigações Europa. Gerido por Vasco Teles o produto apresenta uma rendibilidade anualizada de 15,58%. Os fundos ES Renda Mensal e ES Capitalização são os dois produtos que pertencem ao portfólio da entidade e que se encontram nesta lista, sendo geridos por Tânia Pinheiro. O primeiro com ganhos de 11,51%, enquanto o segundo não ultrapassa os 10,80%.

O fundo gerido por Vasco Teles ‘aponta baterias’ para obrigações soberanas enquanto os dois fundos sob alçada de Tânia Pinheiro ‘olham’ para as obrigações corporativas, sendo esta a principal diferença entre eles.

O fundo que se "intromete" entre os produtos geridos pela ESAF é o Montepio Taxa Fixa, da Montepio Gestão de Activos. No período analisado o produto tinha uma rendibilidade anualizada de 12,82% e o seu investimento centra-se, essencialmente, em obrigações estatais com as de Portugal e Espanha na linha da frente.

Os fundos de obrigações com mais de 10% nos últimos três anos

 Fundo  Gestora   Categoria Rendibildade 3 anos
ES Obrigações Europa  ESAF Taxa Fixa 15,58
Montepio Taxa Fixa  Montepio GA  Taxa Fixa 12,82
 ES Renda Mensal  ESAF  Taxa Indexada 11,51
ES Capitalização  ESAF  Taxa Indexada 10,80
Fonte: APFIPP a 19 de dezembro. Categorias APFIPP analisadas: Obrigações Euro, Obrigações Mundial, Taxa Indexada e Taxa Fixa.
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos