Última década é sinónimo de fundos de ações


São mais de cem os produtos de investimento sob gestão das entidades locais que apresentam estatísticas para os últimos dez anos, segundo dados disponibilizados pela Morningstar.

De acordo com a empresa de análise, o fundo mais rentável nos últimos dez anos pertence à Caixagest e investe na região do globo onde o sol nasce mais cedo. Trata-se do Caixagest Acções Oriente que nos últimos dez anos consegue apresentar uma performance anualizada de 9,58%, tendo finalizado o mês de março com mais de 23,5 milhões de euros em património. De acordo com a CMVM, mais de 95% da carteira do produto está aplicada em ações, com as cotadas do sistema financeiro a serem as preferidas, como é o caso da australianas Commonwealth Bank of Australia e Westpac Banking Corp.

O produto que ocupa o segundo lugar da lista dos mais rentáveis na última década é o Invest AR PPR da responsabilidade da Invest Gestão de Activos. No período em análise este produto atinge uma rendibilidade anualizada de 8,69%, com mais de 6 milhões de euros em ativos sob gestão. Este fundo investe, maioritariamente em obrigações, sendo que esta classe de ativos representava no final do mês passado cerca de 60% do total da carteira. Praticamente três quartos da mesma estão investidos em ativos registados na Zona Euro, sendo que a dívida pública soberana de países como Espanha ou Portugal dominam as maiores posições.

Em terceiro lugar surge também um fundo que investe em obrigações, desta feita gerido pela GNB Gestão de Ativos. É ele: o NB Obrigações Europa fechou os últimos dez anos com uma rendibilidade anualizada de 7,83%. Na sua carteira encontramos títulos de dívida estatal de países como Itália, Espanha, Holanda e Portugal, tendo cerca de 34 milhões de euros em volume sob gestão.

Fora do top3 encontramos, em quarto lugar, um produto gerido pela Caixagest, o Caixagest Acções EUA. No período em análise este fundo atinge ganhos anualizados de 7,30% tendo mais de 100 milhões de euros em ativos sob gestão. Analisando a carteira do produto, destacam-se as cotadas do sector da saúde, tecnologia e financeiras, com destaque para a Apple, Gilead Sciences ou Visa Inc.

A fechar o top5 surge o NB PPR, gerido pela GNB Gestão de Ativos. Com mais de 15 milhões de euros em património, o fundo consegue ter uma subida anualizada de 6,7% na última década.

Emergentes dizem presente

Entre os fundos que se seguem na lista, destaque para a presença de alguns emergentes, como é o caso do Millennium Mercados Emergentes, da Millennium Gestão de Activos, que conseguem apresentar ganhos de 6,4%. Já o Caixagest Acções Emergentes cresceu, de forma anual, 6,15% enquanto o NB Mercados Emergentes valorizou quase 6%.

Os 20 fundos mais rentáveis da última década

FundoGestoraRendibilidade 10 anos (%) Ativos sob gestão 
Caixagest Acções OrienteCaixagest9,58 23 543 619 €
Invest AR PPRInvest Gestão de Activos8,69 6 644 913 €
NB Obrigações EuropaGNB Gestão de Ativos7,83 34 065 237 €
Caixagest Acções EUACaixagest7,30 104 810 377 €
NB PPRGNB Gestão de Ativos6,70 15 059 738 €
Millennium Mercados EmergentesMillennium Gestão de Activos6,40 4 302 708 €
Millennium Acções AméricaMillennium Gestão de Activos6,28 9 726 356 €
Caixagest Acções EmergentesCaixagest6,15 25 710 243 €
BPI BrasilBPI Gestão de Activos6,05 39 180 666 €
NB Mercados EmergentesGNB Gestão de Ativos5,95 9 873 531 €
Santander Acções AméricaSantander Asset Management5,49 35 558 049 €
Millennium Global Equities SelectionMillennium Gestão de Activos5,37 15 758 783 €
Montepio Euro TelcosMontepio Gestão de Activos5,31 7 156 698 €
BPI UniversalBPI Gestão de Activos4,76 19 288 965 €
Montepio Euro UtilitiesMontepio Gestão de Activos4,70 13 784 409 €
BPI América DBPI Gestão de Activos4,68 36 245 011 €
NB Ações AméricaGNB Gestão de Ativos4,65 10 838 421 €
BPI ReestruturaçõesBPI Gestão de Activos4,39 39 191 694 €
Montepio Taxa FixaMontepio Gestão de Activos4,28 10 823 072 €
Millennium Prestige ValorizaçaoMillennium Gestão de Activos4,07 48 838 678 €
Fonte: Análise Funds People a partir dos dados disponibilizados pela Morningstar no dia 28 de Abril de 2015.
Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos