Três anos, três fundos monetários: os vencedores em rendibilidade


Entre maio de 2012 e maio de 2015, os fundos classificados como “money market” para a Morningstar registam ganhos médios anualizados de 1,13%. Segundo a empresa de análise, são nove os fundos de investimento nacionais que se incluem nesta categoria, Dela fazem também parte os dois maiores fundos nacionais no final de abril, ambos geridos pela Caixagest: são eles o Caixagest Liquidez e o Caixa Fundo Monetário.

No entanto, nenhum desses produtos faz parte dos três fundos mais rentáveis no período observado. O fundo com melhor performance nos últimos três anos é o NB Liquidez. A responsabilidade da gestão deste fundo é de Susana Vicente da GNB Gestão de Ativos, e no período em análise atinge uma rendibilidade de 2,39%. Este que já foi o maior fundo de investimento em Portugal tinha, no final de abril, mais de 161 milhões de euros em ativos sob gestão. No final do mesmo mês, mais de metade da carteira eram depósitos a prazo, sendo que cerca de 15% ia para títulos de dívida spública.

O segundo produto mais rentável da lista é o Millennium Extra Tesouraria II. O fundo é gerido pela Millennium Gestão de Activos. De acordo com a Morningstar o fundo nos últimos três anos regista ganhos de 1,56% e tinha, no final de abril, mais de 26 milhões de euros em ativos sob gestão. No fim do quarto mês do ano, a maior posição do fundo ia para um depósito a prazo realizado junto do Banco BPI, com os títulos de dívida pública italiana a serem a segunda maior posição em carteira.

Tanto este fundo como o gerido pela NB Gestão de Ativos são considerados, pela APFIPP, como Fundos de Investimento Alternativo de Curto Prazo. Isto é, para a Associação, os dois produtos pertencem à categoria dos fundos que “investem mais de 85% em ativos com maturidade residual inferior a um ano”.

O terceiro fundo mais rentável neste período é gerido pela CA Gest. Trata-se do CA Monetário que nos últimos três anos consegue uma rendibilidade anualizada de 1,41%. No final de abril os seus ativos sob gestão atingiam os 67 milhões de euros, com as maiores posições em carteira a irem para depósitos a prazo nalgumas instituições financeiras nacionais como é o caso do Santander, Crédito Agrícola ou Caixa Geral de Depósitos.

Os nove fundos “money market”

FundoGestoraRendibilidade 3 anos (%)
NB LiquidezGNB Gestão de Ativos2,39
Millennium Extra Tesouraria IIMillennium Gestão de Activos1,56
CA MonetárioCrédito Agrícola Gest1,41
Caixagest Fundo MonetárioCaixagest1,11
Montepio TesourariaMontepio Gestão de Activos1,09
Caixagest LiquidezCaixagest0,88
BPI Monétario Curto PrazoBPI Gestão de Activos0,73
Montepio Monetário PlusMontepio Gestão de Activos0,54
Montepio Monetário Curto PrazoMontepio Gestão de Activos0,42
Fonte: Morningstar no final de maio
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos