Tags: Negócio |

Tecnologia e robótica são as preferências nos fundos estrangeiros mais subscritos


Maio foi um mês profícuo em eventos geopolíticos. Para João Graça, do ActivoBank, “o mês de maio fica marcado pela eleição de Macron para Presidente Francês, a retirada dos EUA do Acordo Climático de Paris e a publicação das guidelines para as negociações do Brexit”.

A procura de investimentos com um nível de risco parece ser uma tendência que se mantém, com o profissional a destacar a procura por parte dos investidores mais conservadores por maiores retornos, por um lado “assumindo mais risco como no high yield ou mercados emergentes” e, por outro, “procurando estratégias alternativas de dívida que assegurem alguma estabilidade com retorno consistente”.

Já no Banco Best, no contexto dos fundos mais conservadores, os produtos mais subscritos são os mesmos do mês passado. Falamos do PIMCO Income, fundo que detém os selos Favorito dos Analistas, Blockbuster e Consistentes Funds People, e do Jupiter Dynamic Bond, que também detém os selos Favorito dos Analistas, Blockbuster e Consistentes Funds People, que são “duas estratégias bastante flexíveis que permitem aproveitar todas as oportunidades nos vários segmentos de dívida e crédito”, afirma Rui Castro Pacheco, head investment management.

O mesmo sucede no contexto de fundos com um nível de risco mais elevado, mantendo-se no top dos mais subscritos o MFS Global Total Return, que ostenta os selos Blockbuster e Consistente Funds People, e o Nordea 1 - Stable Return, que detém tripla classificação Funds People: Favorito dos Analistas, Blockbuster e Consistentes

Tecnologia e robótica mantém-se no topo das preferências

O sector tecnológico parece manter-se no topo das preferências dos fundos de ações mais subscritos em ambas as entidades. Do lado do ActivoBank, João Graça acredita que “os segmentos de tecnologia global e robotics continuam a proporcionar, no entendimento dos investidores, boas oportunidades com o desenvolvimento de novos produtos, IPOs e M&A”, o que é espelhado no primeiro lugar dos fundos mais subscritos: Fidelity Global Technology, produto que detém os selos Blockbuster e Consistente Funds People

Do lado do Banco Best, Rui Castro Pacheco também destaca a presença do Fidelity Global Technology, ainda que se tenha verificado uma “forte procura pelos temas da robótica, com o Pictet Robotics, informação e dados digitais, com o Pictet Digital, e na segurança física e digital, com o Pictet Security”, revela o profissional. Por outro lado, o profissional afirma que a confiança nas empresas europeias parece estar a aumentar, uma vez que se registou um “forte interesse nos fundos MFS European Value, que procura empresas sólidas e com valorizações atrativas, e o Oddo Avenir Euro, que procura empresas com capitalização mais reduzidas e com forte potencial de se virem a assumir como players de futuro”.

Captura_de_ecra__2017-06-16__a_s_13

Fonte: informação cedida pelas entidades

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

O Mais Lido

Próximos eventos