Tags: Obrigações | Ações |

Taxas de juro mantêm-se negativas na emissão de dívida a curto prazo do Estado Português


Esta manhã, a República Portuguesa foi aos mercados com o objetivo de se financiar entre 1.250 a 1.500 milhões de euros, em dívida a seis e a 12 meses. No segundo leilão de Bilhetes do Tesouro de 2017 o limite mínimo determinado foi atingido, tendo sido arrecadados 1.250 milhões de euros.

Marisa Cabrita, gestora de ativos da Orey Financial, destaca que a seis meses "o bid to cover foi bastante robusto, cerca de 3.82 e acima dos 3.53 verificados em janeiro". Relativamente às taxas de juro verificadas para este período, conclui que "a yield média cifrou-se nos -0.158%, abaixo daquela observa em janeiro nos -0.091%". Por sua vez, a 12 meses, a gestora afirma que a relação entre a oferta e a procura melhorou: "Com um montante de 1.000 milhões colocado em BT para março de 2018, o bid to cover foi de 1.93, acima dos 1.915 observados em fevereiro". Quanto à taxa de juro, destaca que esta "foi menor do que a registada em fevereiro (-0.096%)". 

Filipe Silva, diretor da gestão de ativos do Banco Carregosa, desvaloriza que tenha sido atingido, apenas, o limite mínimo do intervalo determinado, afirmando que “com estas taxas, é porque foi mesmo uma opção não contrair uma dívida maior”. Relativamente às taxas de juro verificadas, acredita que o facto de terem sido ainda mais baixas que as registadas nos últimos leilões comparáveis não é surpreendente, uma vez que “as taxas de juro saíram em linha com o mercado de curto prazo, que está em mínimos históricos”. Para o diretor, “estes dados mostram que continuamos a beneficiar do ambiente de baixas taxas de juro e da ausência de sinais de que a subida de taxas de juro do BCE esteja para breve”. Por outro lado, “enquanto o Banco Central Europeu continuar a comprar a dívida soberana portuguesa” Portugal beneficia dessa proteção, acrescentou. Recorde-se que em janeiro de 2017, as taxas de juro a seis e a 11 meses se fixaram nos 0,09% e 0,129% negativos.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos