Tags: Pensões |

SGF agora sob o mote “o valor da independência”


Atualmente com um núcleo acionista que apelidam de “estável” - do qual se destacam o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários, o grupo segurador francês Groupama, o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil e, mais recentemente, a Golden Assets – da SGF contam à Funds People como se posicionam nesta nova era, em que “O Valor da Independência” é o principal aspeto a realçar. Neste sentido, dizem estar próximos dos “particulares que pretendem encontrar uma solução para sua reforma”, mas  também “junto das empresas que desejam assumir um papel relevante em termos de responsabilidade social para com os seus trabalhadores”, oferecendo assim “um conjunto de soluções de reforma, com total flexibilidade e solidez, adequadas às diferentes necessidades dos vários perfis de investidor”.

Equipa de base alargada

Embora a equipa de gestão da SGF se mantenha, no ano passado a Golden Assets passou a fazer consultoria na gestão de património dos fundos da SGF. Um “reforço de competências”, “num ambiente mais competitivo e de riscos crescentes e inesperados”. Com esta sinergia a gestora de fundos de pensões passou a contar com “o apoio de uma equipa muito alargada na área de gestão de ativos (quase 30 pessoas)”, e adotou-se uma “política de investimentos diversificada, prudente e com uma visão de longo prazo, mais adequada para garantir uma gestão profissional e rigorosa, ajustada ao perfil de risco de cada cliente”.

Este acordo de aconselhamento faz com que a SGF conte “com o apoio de uma equipa muito alargada de research especializado e acesso a produtos (nomeadamente fundos de investimento)”, que de outra forma não seria possível. Realçam, ainda assim, a manutenção da autonomia da empresa, embora as duas empresas partilhem “princípios comuns”, “nomeadamente a independência e a ausência de conflitos de interesses”. No final do dia, entendem que os seus clientes de fundos de pensões e PPRs, têm acesso a “um serviço de private banking na sua componente de gestão de ativos”.

“Casamento Perfeito”

Na opinião da SFG houve “um ‘casamento’ perfeito com a Golden Assets”. Explicam que por um lado “ambas as empresas são totalmente independentes, pois não estão associadas a nenhum grupo bancário, pelo que não há conflitos de interesse na gestão dos Fundos de Pensões/PPRs”. Por outro, contam que “o processo de investimento que a Golden Assets adota era o processo que a SGF procurava implementar”. Nesse processo de investimento privilegiam “um horizonte de investimento de longo prazo, com carteiras muito diversificadas, procurando mitigar os riscos, escolhendo os instrumentos adequados numa gestão ativa, alinhada ao perfil de risco”.

Carteiras em consonância com novo modelo

Nesta nova Era do negócio, “contam que começaram converter as carteiras dos vários Fundos de Pensões e PPRs em outubro de 2016, faseadamente e aproveitando as oportunidades do mercado”. Hoje em dia, por isso, “as carteiras estão já quase totalmente convertidas para o novo modelo”. Da entidade destacam, assim, que “os resultados da nova gestão são já visíveis, com os fundos da SGF a liderar os rankings da APFIPP por rentabilidade desde o início do ano”.

No trilho de consolidação do negócio indicam que são “já a maior sociedade gestora independente, já que todas as outras que são maiores que nós em termos de ativos sob gestão estão associadas a grupos bancários e a sua dimensão está relacionada com a gestão dos fundos de pensões dos próprios bancos”. Reiteram: “A nossa  visão é que a independência é uma vantagem competitiva, razão pela qual mudámos a assinatura da SGF para “O Valor da Independência””.

Atualmente a oferta dos particulares está alinhada em quatro perfis de investidor: conservador - PPR Garantido com garantia de capital; moderadamente defensivo - PPR Prudente; moderadamente dinâmico - PPR Equilibrado; e dinâmico - PPR Ações Dinâmico e PPR Stoik Ações. No caso das empresas e particulares de adesão individual existem três soluções de Fundos de Pensões Abertos que seguem uma lógica de perfil de risco similar aos PPRs: FPA Empresas Prudente; FPA Empresas Equilibrado e FPA Empresas Ações Dinâmico.

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos