Sentimento misto nas classes de ativos em janeiro


O primeiro mês do ano deu aos investidores em fundos de investimento portugueses uma rendibilidade média de 0,3%, num total de 235 produtos analisados pela Morningstar. Os produtos foram divididos em 8 categorias pela Morningstar, consoante o seu tipo de investimento.

A categoria de fundos que teve o maior rendimento médio em janeiro foi a de Alternativos. Para esta categoria, a Morningstar considera apenas dois fundos de investimento: o Banif Ibéria da Banif Gestão de Ativos e ainda o MNF Strategic Diversified USD da MNF Gestão de Activos. O primeiro obteve uma rendibilidade em janeiro de 2,81% enquanto o segundo atingiu os 2,02%, o que resultou numa média de 2,415%.

A segunda categoria com melhor rendibilidade em janeiro foi a que agrupa os fundos de proteção de capital “garantidos” e igualmente três fundos categorizados como outros - o BPI Alpha, o Caixagest Private Equity e o Caixagest Infraestruturas. No conjunto dos 16 fundos que compõem esta categoria os ganhos médios foram de 1,09%. Com 0,8% de ganhos médios a dividir pelos 59 fundos de investimento, os fundos de ações aparecem no terceiro lugar deste ranking sobre o primeiro mês de 2014.

Do lado oposto da tabela aparecem três classes de ativos. Aquela que teve a menor rendibilidade foi a de commodities que teve uma desvalorização de 1,19%. A categoria é apenas constituída por um produto de investimento. Propriedade e alocação foram as restantes classes de ativos com rendibilidade negativa em janeiro.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos