Tags: Pensões |

Seguros PPR: como variou a aplicação dos investimentos no último ano?


O total da carteira de investimento de seguros PPR chegou aos 14,94 mil milhões de euros no final do primeiro semestre do ano. Um valor que pelo menos desde há um ano atrás é de crescimento sucessivo a cada trimestre, segundo o que reporta agora a ASF no seu Relatório de Evolução da Atividade Seguradora, referente ao término do primeiro semestre do ano.

Tal como acontecia em termos da fotografia geral das carteiras de investimento da atividade seguradora, também no que toca aos seguros PPR se denota uma predominância dos títulos de dívida – no final de junho esses ativos perfaziam mais de 80% do total da carteira.

Só os instrumentos de dívida pública perfazem 54% do total destas carteiras, percentagem correspondente a mais de 8,10 mil milhões de euros. De realçar é o facto do valor aplicado nesta rubrica ter crescido 11% desde junho do ano passado. Também no caminho do crescimento esteve o valor aplicado nas obrigações de entidades privadas, que no final de junho transpunha a barreira dos 4,12 mil milhões de euros, valor que no portfólio total dos seguros PPR corresponde a 28% de peso.

Lugar de destaque deve também ser dado aos fundos de investimento e aos derivados. Os primeiros chegaram a junho com um valor investido superior a 700 milhões de euros (o valor mais alto do último ano), correspondente a 5% de preponderância nos portefólios destes instrumentos. No caso dos derivados a passagem do primeiro trimestre para o segundo trimestre trouxe o dobro do valor investido neste tipo de ativo: 65,5 milhões de euros.

No campo oposto, referir apenas o decréscimo de investimento em ações que atingiu o seu valor mais baixo do último ano: 959,9 milhões de euros, representativos de 6% do total do portefólio total dos Seguros PPR. 

Captura_de_ecra__2017-09-5__a_s_17

Fonte:  ASF, Relatório de evolução da atividade seguradora 

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos