Tags: Consultoria | Pensões |

Seguradoras mais perto dos 36 mil milhões nas carteiras das gestoras de patrimónios


Como já foi referido pela Funds People Portugal, o volume gerido pelas gestoras de património sofreu um aumento de 2,7% entre janeiro e fevereiro, levando a que o total atingisse mais de 56.282 milhões de euros.

Na última publicação mensal da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Património (APFIPP) sobre este segmento, a Associação analisa também a evolução dos portfólios geridos pelas sociedades gestoras de patrimónios por tipo de cliente. Nesta categoria de análise verificamos que cerca de 97,7% dos 56.282 milhões de euros pertencem a investidores com domicilio fiscal em Portugal.

Em cinco dos seis tipos de clientes assistimos a um aumento de janeiro para fevereiro deste ano. O segmento “outros investidores” foi o que mais cresceu, passando de perto 6 mil milhões para quase 7.500 milhões de euros. Este aumento corresponde, em termos percentuais, a cerca de 26%. Já os clientes particulares registaram um aumento em 5,4% para 702 milhões de euros, enquanto os fundos de investimento progrediram 2,7% para mais de 1.328 milhões de euros.

As seguradoras continuam a ser o tipo de cliente com maior investimento nestas carteiras, com uma presença de 63,6% depois de verem o seu investimento aumentar em cerca de 2,1%, para 35.799 milhões de euros. A categoria dos fundos de pensões foi a única que diminuiu a sua presença, neste caso em 92,7% para 10.960 milhões d euros.

Não residentes com maior aumento percentual

Dividindo a análise em residentes e não residentes, verificamos que os investidores sem domicilio fiscal em Portugal cresceram 3,4% enquanto que nos locais o aumento foi de 2,7%. Dentro dos “não residentes”, foi nos particulares que se assistiu ao maior aumento percentual, cifrado em 21%, para os 41 milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos