Tags: Obrigações | Ações |

Schroders regista quatro novos fundos em Portugal


Cerca de um ano depois da Schroders ter adquirido a Cazenove Capital Holdings, a entidade registou em Portugal quatro fundos da Cazenove que integram a SICAV luxemburguesa Schroder ISF. Estes fundos vão ampliar a oferta da Schroders de ações europeias (tanto long-only como long-short) e de obrigações.

Entre os quatro fundos de investimento agora registados, dois da Cazenove foram integrados na SICAV Schroder ISF: o Schroder ISF European Opportunities e o Schroder ISF Strategic Credit.

O primeiro denominava-se de Cazenove Pan Europe, e é um fundo long-only de ações que oferece exposição ao beta do mercado através de um elaborado processo de investimento que adapta a carteira às distintas fases do ciclo económico. A sua gestão está a cargo de Steve Cordell. Já o Schroder ISF Strategic Credit é gerido por Peter Harvey e é um produto de crédito europeu, com um objetivo de retorno total, que combina de maneira flexível obrigações de alto rendimento com obrigações com investment grade, procurando superar largamente o retorno da liquidez a médio prazo.

Para além destes dois produtos, também foram registados, para os investidores portugueses em formato UCIT IV, os fundos de ações europeias long/short. O fundo Schroder ISF European Equity Absolute Return, gerido por Steve Cordell espera atingir uma rendibilidade líquida de 10% ao ano e apresenta uma correlação baixa com o índice de referencia, na ordem dos 0,05%.

O outro produto registado é o Schroder ISF European Alpha Absolute Return, gerido por Lionel Rayon. Neste caso o produto tem como objetivo gerar uma rendibilidade líquida de 15% ao ano e pode investir até 1/3 fora da Europa.

Carla Bergareche, diretora geral da Schroders para Espanha e Portugal, destaca que “os novos fundos que registámos são um grande complemento da nossa gama, especialmente em estratégias e ativos chave no ciclo de mercado atual como são as ações e as estratégias long/short que oferecem umas correlações menores com o mercado e permitem completar e diversificar as carteiras de ações. Além disso, é um privilégio poder incorporar na equipa da Schroders gestores como Steve Cordell, Peter Harvey, Lionel Rayon ou Julie Dean que têm um amplo reconhecimento e resultados comprovados.”

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos