Santander Acções Portugal lidera entre os 10 fundos com melhores rendibilidades nos últimos doze meses


Os últimos dados da APFIPP referentes a 27 de dezembro de 2013 demonstram que nas rendibilidades, o fundo Santander Acções Portugal foi líder no último trimestre do ano passado, com a melhor rendibilidade acumulada dos últimos 12 meses dos fundos de investimento mobiliário nacionais. 

No topo da lista desde 9 de agosto de 2013, o fundo da Santander Asset Management, gerido por Diogo Pimentel, manteve-se firme na liderança, conseguindo “bater” durante 5 meses consecutivos outros fundos de categoria homóloga (fundos de ações nacionais).

O fundo Santander Acções Portugal apresenta uma rendibilidade anualizada de 32,3% e tem 97,5 milhões de euros sob gestão. Em julho Diogo Pimentel explicava à Funds People Portugal que o produto apresenta um modelo de gestão que tem por base uma “profunda avaliação bottom-up de todas as empresas portuguesas e que assenta numa filosofia value com um horizonte de investimento de longo prazo”.

Em segundo lugar figura o Montepio Euro Telcos, pertencente à categoria de fundos de acções sectoriais, apresentando a 27 de dezembro um retorno anualizado de 30,6%. Prata nas rendibilidades desde 6 de dezembro de 2013, o produto gerido pela Montepio Gestão de Activos tem 5,1 milhões de euros sob gestão.    

O terceiro lugar vai para um fundo da BPI Gestão de Activos, também pertencente à categoria de fundos de acções nacionais. Recém-chegado ao pódio a 20 de dezembro, o BPI Portugal apresenta uma rendibilidade anualizada de 25,2%  e tem 28,8 milhões de euros sob gestão.

Do restante pódio, fazem também parte 4 fundos de ações nacionais, 2 sectoriais e ainda 1 fundo de ações da América do Norte.

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos