Tags: Obrigações | Ações |

S&P retira Portugal de creditwatch negativo


A Standard & Poor’s, agência de notação financeira, retirou Portugal de vigilância negativa, onde se encontrava desde de meados do último mês de setembro. De relembrar que quando esta agência de rating coloca um país em vigilância, a entidade fica três meses para decidir se baixa ou não o rating desse país.

No entanto, com os sinais de estabilização da economia no final do ano passado e o cumprimento dos objectivos orçamentais permitiram que Portugal mantivesse o rating por parte da S&P, que se encontra em BB desde janeiro de 2012.

"A retirada de CreditWatch reflecte as nossas expectativas de que, apesar de potenciais impedimentos legais e políticos, Portugal deverá atingir o objectivo de défice de 5,5% em 2013 e aproximar-se da meta de 4% em 2014", afirma a agência S&P.

Sobre as expectativas a S&P justifica que são "baseadas parcialmente nas indicações de que a economia está a mostrar sinais de estabilização desde meados de 2013, depois de 10 trimestres consecutivos de contração".

S&P aposta no programa cautelar

"No nosso cenário base, prevemos que o Governo saia do programa da UE e do FMI em meados de 2014, talvez com uma linha de crédito contingente providenciada pelo Mecanismo de Estabilidade Europeu", afirma a agência. Deste modo, a S&P aponta para um cenário em que Portugal vai conseguir realizar as emissões de dívida previstas, mas sempre acompanhados das instituições europeias que pertenciam à troika.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos