Tags: Pensões |

Revisão do ano passado: os melhores PPR


Entrar num ano novo é sinónimo de se fazer o balanço do ano que terminou. Desta feita o foco será nos melhores fundos PPR ao longo de todo o ano de 2015. Os dados da Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – mostram que os cinco produtos com melhor comportamento em 2015 registam uma rendibilidade média de 6,6%, com um total de 82 milhões de euros em ativos sob gestão.

De todos os produtos das entidades associadas na APFIPP, o melhor do ano passado foi o NB PPR. De acordo com a ficha publicada pela GNB Gestão de Ativos, relativa ao mês de novembro, o produto é gerido por Paulo Joaquim e atingiu ganhos, em 2015, de 8,4%. O património do produto supera os 14 milhões de euros, com o investimento em obrigações a ser superior aos 82% da carteira. De acordo com a ficha do produto,  foram as “posições curtas em futuros dos 30 anos alemãs” que ajudaram o produto a brilhar no último mês do ano passado.

Com 7,5% de ganhos vem, logo depois, o PPR SGF Acções Dinâmico gerido pela SGF - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões. O seu património é de cerca de 717 mil euros, sendo desta forma o mais pequeno entre os mais rentáveis do ano passado. No final do ano passado, a maior parte do investimento estava alocado em unidades de participação de fundos harmonizados (27,6%), sendo seguido de muito perto pelas ações (27,3%) e pela liquidez (25,5%).

Ainda na casa dos 7% vem mais um produto: o Optimize Capital Reforma PPR Acções. Sob gestão da Optimize Investment Partners o fundo fechou o ano passado com uma rendibilidade de 7,1% e um património superior a 15 milhões de euros. De acordo com a Morningstar, no final de novembro, as três maiores posições em carteira iam para um trio de produtos da casa: o Optimize Europa Valor, o Optimize Europa Obrigações e ainda o Optimize Investimento Activo.

Com 5,2% figura o PPR BiG Taxa Plus que é da responsabilidade da Futuro. É o maior produto entre os cinco mais rentáveis com um património de quase 39 milhões de euros. De acordo com a política de investimento, o produto está orientado “para investidores mais avessos ao risco. A política de investimento é orientada para a estabilidade do retorno de médio e longo prazo, através de uma adequada diversificação de riscos e de uma política de investimento moderada em títulos de rendimento fixo (obrigações/fundos de obrigações)”.

Sob tutela da Ocidental Pensões aparece o PPR Praemium V que atingiu uma valorização de 4,8% tendo um património superior a 12 milhões de euros. De acordo com a carteira atual, disponibilizada pela entidade, mais de 53% do fundo está aplicado em obrigações, com as ações a preencherem a segunda maior ‘fatia’ com quase 39% do investimento.

Camisola amarela "fora" da APFIPP

Incluindo todos os produtos do mercado nacional, verificamos que o Invest AR PPR da Invest Gestão de Activos é o melhor PPR de 2015. A sua rendibilidade em 2015 é de quase 10% com o seu património a ficar perto dos 8 milhões de euros. Mais de 58% da carteira estava investida em obrigações, com o maior investimento a ser realizado em obrigações soberanas espanholas. Destaque, também, para o facto deste produto ser o mais rentável da última década e aparecer, de forma recorrente, entre os que mais se evidenciam no ranking quantitativo da Morningstar.

Os fundos PPR mais rentáveis em 2015

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos