Tags: Alternativos |

Retorno anualizado do Índice APFIPP/IPD de fundos imobiliários nacionais em terreno negativo desde o final de 2012


No final de março de 2015 os fundos de investimento imobiliário portugueses apresentaram uma rentabilidade anualizada de -2,2%, segundo as contas feitas pela APFIPP e pelo IPD (Investment Property Databank)  através do índice APFIPP/IPD de fundos de investimento imobiliário portugueses.

Este índice que mede trimestralmente a performance anual dos fundos de investimento imobiliários, líquida de impostos e de comissões de gestão, apresentava no final de março 5.152 milhões de euros de ativos líquidos sob gestão, considerando uma amostra de 37 fundos que contribuem para a análise.

Saliente-se que os retornos do índice, no que diz respeito aos fundos de investimento imobiliário, têm sido consequentemente negativos desde o último trimestre de 2012. Em março de 2013 foi a altura em que o índice atingiu a pior performance, “batendo” nos -3,3% de rentabilidade anualizada.

Queda acentuada nos retornos desde início da crise financeira

Recuando oito anos, é interessante perceber a evolução – mais do que expectável – do índice. No final de 2007, a ferramenta apontava para um retorno anualizado de 4,2% nos fundos imobiliários nacionais, ao passo que dois anos depois, em dezembro de 2009, a rentabilidade a um ano dos fundos estava muito próxima dos 0%.

Olhando categoria a categoria, as notícias também não são favoráveis no primeiro trimestre de 2015. Os índice, no que diz respeito aos fundos de investimento imobiliário abertos, representa 3.197 milhões de euros de ativos líquidos sob gestão, com uma rentabilidade anualizada de -3,3%. Em linha, estiveram os fundos de investimento imobiliário fechados que incluem os FIIAH. O índice reporta uma performance anualizada de -2,9%, de um conjunto de fundos com 695 milhões de euros de ativos líquidos sob gestão.

Notícias mais positivas chegam dos fundos de investimento imobiliário fechados, excluindo FIIAH. Em março o índice dava conta de 1,3% de retorno anualizado, com 1.261 milhões de euros de ativos líquidos sob gestão.

Os produto que se salientam em cada categoria

No campo dos fundos de investimento imobiliários abertos, o Imopoupança, gerido pela BPI Gestão de Activos, foi o produto com melhor retorno anualizado até março passado, apresentando 4% de ganhos.  Ao nível dos fundos fechados, excluindo os FIIAH, destaca-se, segundo as informações disponibilizadas pelo índice APFIPP/IPD, o Fundinvest, a cargo da Gesfimo, que até ao terceiro mês do ano apresentava 10,1% de retorno anualizado. No caso dos fundos fechados FIIAH, é o Caixa Arrendamento, da Fundger, o único produto que alcança um retorno positivo anualizado no período de 0,9%.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos