Tags: Obrigações | Ações |

Rendibilidades a cinco anos recuperaram nos últimos meses


Recuperação. Esta é a melhor palavra para descrever o que aconteceu às rendibilidades a cinco anos, desde de julho passado. Tendo por base os dados publicados pela Morningstar, verificamos que no verão passado, em julho, a média dos 152 produtos com dados a cinco anos estava nos -0,95%. Já em novembro, e com 170 produtos analisados, a rendibilidade média a cinco anos do sector atingiu os 4,18%.

O prazo de análise já engloba os meses que antecederam a falência da Lehman Brothers e o início da crise financeira, tendo a recuperação sido consolidada nos meses seguintes.

Indicadores consolidam

O desvio-padrão e a skewness confirmam a recuperação. O desvio-padrão manteve-se estável durante os meses de análise, mostrando que todo o mercado conseguiu recuperar. Já a skewness está muito próxima de zero (-0,03), provando que o desvio-padrão e os dados são consolidados e de pouca amplitude estatística.

Os melhores a cinco anos

Em novembro, o fundo com a melhor rendibilidade anualizada, a cinco anos, é o Caixagest Acções Oriente com ganhos de 15%. Logo depois vem o Montepio Euro Healthcare com 14,3% e a fechar o pódio aparecem o Invest AR PPR com 13,29%.

Já nas gestoras, a que apresenta a rendibilidade média maior é a Invest Gestão de Activos com 7,98%. Em segundo lugar vem a Optimize Investment Partners com 5,68% e a fechar o top 3 aparece a Millennium Gestão de Activos com 5,56%.

 

(Nota: A análise é realizada pela Funds People Portugal a partir de dados da Morningstar.)

Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos