Tags: Negócio |

Recursos fora do balanço do Banco Popular perto dos mil milhões de euros


Os recursos fora do balanço do Banco Popular Portugal fecharam o ano passado com 985 milhões de euros em ativos sob gestão, revela o Relatório & Contas publicado pela entidade. Este valor resulta de um crescimento de 15%, ou seja, de quase 130 milhões de euros, sendo que os recursos fora do balanço incluem “as aplicações em fundos de investimento, os planos de poupança-reforma, os recursos captados através de seguros de investimento e os patrimónios geridos através da banca privada”. De acordo com a publicação, a “evolução positiva desta componente deveu-se ao crescimento dos seguros financeiros em cerca de 129 milhões de euros, ou mais 30,1%, e da gestão de carteiras em 37 milhões de euros, ou 54,9%”.

Em termos totais, os fundos de investimento fecharam o ano com 235 milhões em ativos sob gestão, os seguros financeiros com 559 milhões, os seguros de reforma com 86 milhões e a gestão de carteiras com 104 milhões de euros.

Popular Tesouraria, o fundo que mais cresceu

Analisando a carteira dos fundos de investimento (mobiliários e imobiliários), cuja gestão é feita pela Popular Gestão de Activos, em 2014 houve um decréscimo nos ativos sob gestão de 12,6%, para os 235 milhões de euros. Apesar da descida, alguns fundos destacaram-se pela positiva, como é o caso do Popular Tesouraria que viu o seu património valorizar 254% para quase 15 milhões de euros. 

Outros fundos mais do que duplicaram o seu valor num ano, como é o caso do Popular Acções (143%), do Popular Global 25 (102%), do Popular Global 50 (139%) e do Popular Global 75 (147%).

Empresas

Próximos eventos