Tags: Negócio |

Recursos fora de balanço do Banif praticamente inalterados


Os recursos totais de clientes apresentaram um decréscimo de 6,6% para 10.141 milhões de euros, embora os recursos fora de balanço, onde se inserem os fundos de investimento, se tenham mantido praticamente inalterados de Dezembro de 2012, momento em que registavam um valor de 2.163 milhões de euros e Junho de 2012 onde o valor passa a ser 2.162 milhões de euros.

De acordo com o relatório e contas divulgado à CMVM, o Banif apresentou um resultado líquido consolidado negativo de 196 milhões de euros. “Os resultados foram fortemente penalizados pelo aumento das dotações para provisões e imparidades (222,1 milhões de euros), decorrentes da operação creditícia no Brasil, no montante de 78,7milhões de euros; e do reforço adicional na área doméstica resultante de uma auditoria prudencial transversal a todos os bancos realizada por indicação do Banco de Portugal, no montante de 61,1 milhões de euros, registados no 2º trimestre. Não obstante importa referir que os resultados se encontram dentro das métricas do Plano de Recapitalização”, escreve a entidade no documento divulgado.

Quanto à margem financeira do Banif, esta apresentou uma melhoria significativa, tendo aumentado cerca de 30% face ao 1º trimestre de 2013, para 38 milhões de euros, como resultado da redução das taxas passivas. As comissões líquidas, que entram dentro desta rubrica, recuaram 10,9% para os 38,5 milhões de euros. 

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos