Tags: Negócio |

Quem é o Santander AM no mundo? Os dados globais


Nascida em 1971, a Santander Asset Management arrecada 44 anos de vida. Oferece serviços a mais de quatro milhões de clientes cujo património em fundos e sociedades de investimento e planos de pensões ascende até aos 160.000 milhões de euros, segundo dados da própria gestora no final de junho de 2014.

A presença internacional do Santander AM estende-se por três continentes – Europa, América e Ásia, embora seja nas duas primeiras regiões onde se concentra o grosso do seu negócio em gestão de ativos. Em conjunto, América Latina e Estados Unidos representam 42,69% do seu negócio atual (cerca de 41,66% corresponde à América Latina e apenas 1,03% aos EUA, onde chegou durante o ano passado), ficando os restantes e maioritários 57,31% na Europa.

A sua base de clientes está muito equilibrada. Como mostra a apresentação corporativa da empresa, cerca de 51% dos investidores nos seus fundos são institucionais e os restantes 49% são investidores retail. A Santander AM está presente em 13 países e tira partido da interação local – global graças às suas filiais. Só no Japão é que a entidade opera sob um esquema diferente, já que no país nipónico conta com um escritório de representação.

Juan Alcaraz, CEO do Santander AM, é o máximo responsável pelo negócio global. Na área de gestão e análise de mercados Dolores Ybarra, que foi CEO da gestora espanhola durante quatro anos, é a diretora global de investimentos.

Espanha, Brasil, México e Reino Unido: os grandes mercados

No seu país de origem, ou seja em Espanha, reúne 32,97% do seu património total sob gestão, com 52.753 milhões de euros, segundo os dados extraídos dos últimos resultados anuais do Banco Santander, referentes a 2014. Os seus outros mercados de referência na Europa são o Reino Unido (9.524 milhões, cerca de 5,95% do total), Polónia (3.340 milhões, cerca de 2,14%) e Portugal (1.276 milhões, aproximadamente 0,80%). A Alemanha é, atualmente, o mercado europeu menos desenvolvido para a Santander AM.

Com 46.559 milhões e um peso de 29,10%, o Brasil é o principal mercado latino-americano do Santander AM. Segue-se o México (11.523 milhões, cerca de 7,20%) e Chile (5.564 milhões, aproximadamente 3,48%).

A região da América Latina soma 66.657 milhões em conjunto, face aos 1.40 milhões dos EUA. Para além do Brasil, México e Chile, Santander AM também tem a sua marca implementada na Argentina e Porto Rico. Segundo as estimativas realizadas pela Santander AM, a empresa é a quinta gestora com maior quota de mercado no Brasil, a terceira no México, a segunda no Chile e a quarta na Argentina.

Dimensão em Portugal

Segundo as informações da APFIPP de março, em Portugal a Santander Asset Management gere 2.000 milhões de euros em fundos mobiliários. No que toca à gestão discricionária, no final do terceiro mês do ano, a gestora acumulava um património sob gestão de 5.000 milhões de euros. Os fundos imobiliários a cargo da gestora, por seu lado, atingiram praticamente os 500 milhões de euros. Já nos fundos de pensões o volume sob gestão no final do ano passado era de 900 milhões de euros.

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos