Tags: Negócio |

Quase 7.000 milhões de euros em ordens recebidas pelas gestoras de ativos este ano


Ao fim de cinco meses de 2015 o valor das ordens recebidas sobre instrumentos financeiros pelas intermediários financeiros registados na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) superou os 67 mil milhões de euros, menos 39% do que em igual período do ano passado.

A mesma situação acontece com as ordens recebidas pelas gestoras de ativos nacionais e internacionais, embora com algumas diferenças. Em termos de totais mensais, o mês de maio trouxe a terceira queda consecutiva dos valores agregados entre gestoras locais e não locais, tal como exposto no gráfico abaixo. Nos últimos três meses a queda situa-se em 38%, tendo resvalado em maio cerca de 11,5%.

Nas gestoras nacionais o valor recebido em ordens em maio atingiu os 861 milhões de euros, o que corresponde a uma diminuição em 14% face ao mês de abril. Já em termos acumulados, em 2015, o valor totaliza 5.800 milhões de euros, menos 52% do que em igual período do ano passado.

Já nas gestoras internacionais houve um aumento de  6% do total mensal, face ao mês anterior, que assim somou 163 milhões de euros. Em 2015 o valor fica próximo dos 1.000 milhões de euros, embora se situe abaixo do valor do ano passado em cerca de 38%.

Ações mais perto da dívida pública em maio

Entre os ativos negociados em maio, os títulos de dívida pública continuam a ser os preferidos, tendo totalizado 2.641 milhões de euros. No que toca às ações, o volume negociado superou os 2.200 milhões de euros.

Em termos acumulados, os títulos de dívida pública lideram de forma destacada com quase 22.000 milhões de euros, enquanto as ações ultrapassam os 14.000 milhões de euros. O segmento de ‘Outros Valores Mobiliários’ continua a ser o segundo ‘preferido’ com quase 19.000 milhões de euros em 2015.

Ordens recebidas por gestoras de ativos em 2015

para aumentar

Fonte: CMVM no final de maio

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos