Tags: Consultoria |

Quanto valem os fundos de investimento dentro das carteiras das gestoras de patrimónios?


Na totalidade das carteiras geridas por sociedades de gestão de patrimónios os fundos de investimento representam 1,8%. São as conclusões do mais recente relatório elaborado pela APFIPP sobre este segmento de negócio, referente ao período de abril. Tal percentagem equivale a 1,06 mil milhões de euros, valor que contrasta fortemente quando comparado, por exemplo, com o montante que os fundos de pensões representam nestes portfólios.

Os dados da APFIPP de abril mostram que no mês em análise, os fundo de pensões foram uma rubrica que conseguiu crescer  0,4%, o que faz com que perfaçam já 18,8% da globalidade das carteiras. No final de abril estes produtos tinham sob gestão mais de 10.826 milhões de euros.

O tipo de clientes que maior representatividade continua a ter dentro das gestoras de patrimónios são as Seguradoras, muito embora o seu montante sob gestão tenha decaído ligeiramente de um mês para outro. Ainda assim, no final de abril tinham sob gestão muito perto de 38 mil milhões de euros.

Destaque ainda para o avanço protagonizado pelas Fundações, cujo peso cresceu mais de 3% dentro das carteiras geridas pelas sociedades gestoras de patrimónios. No final do mês somavam muito perto de 51,5 milhões de euros.

Recorde-se que em termos totais, como já lhe tínhamos dado conta, o segmento de gestão de patrimónios fechou abril a valer 57,6 mil milhões de euros, ligeiramente menos do que o valor alcançado em março.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos