Tags: Pensões |

Quais os melhores fundos de pensões abertos nos últimos cinco anos?


O mês de agosto foi complicado para os mercados financeiros, e nos fundos de pensões abertos também se sentiu a volatilidade deste período mais complicado. Na lista apresentada pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – os cinco fundos de pensões abertos com melhor performance nos últimos cinco anos registam uma rendibilidade média de 4,94%, abaixo dos 5,8% registados no final do mês de julho.

Já em termos de património, os cinco produtos com performance mais positiva no período geriam 107,3 milhões de euros no final de agosto, valor superior aos 97,8 milhões registados no final de julho.

Tal como  acontecia na lista elaborada pela Associação no mês de julho, o fundo mais rentável dos últimos cinco anos é o Horizonte Acções. O fundo é gerido pela Ocidental Pensões e regista uma rendibilidade anualizada de 5,4% nos últimos cinco anos. Em termos de património, a Associação indica que o produto geria mais de 12,2 milhões de euros no final de agosto, com as ações a representarem mais de 53% do investimento em carteira, enquanto as obrigações perfaziam quase 40% do portfólio. 

O BPI Acções, gerido pela BPI Vida e Pensões, é o produto que segue com uma rendibilidade anualizada de 5,2% no período em análise. É o maior produto dos cinco mais rentáveis, com um património que alcança os 58,7 milhões de euros.

A fechar o top3 surge o Multireforma Acções gerido pela GNB Gestão de Ativos. O fundo geria mais de 11,5 milhões de euros no final do mês passado, e está a cargo de Pedro Barata. Segundo a ficha do produto, referente ao mês de agosto, foi a “exposição aos sectores de construção e viagens e lazer” que ajudaram no crescimento do produto. O maior investimento em carteira pertence ao BNP Paribas, seguindo-se o Carrefour e a Telefonica.

O Caixa Reforma Valo,r da CGD Pensões, e o Turismo Pensões, da Ocidental Pensões, são os restantes dois produtos que encerram o top 5 das rendibilidades, quando se analisam os últimos cinco anos nos fundos de pensões abertos. O primeiro tem mais de 22 milhões de euros em património e uma rendibilidade de 4,7%, enquanto o segundo regista uma subida anualizada de 4,6% e um património de 2,8 milhões de euros.

Os cinco fundos de pensões abertos com maior rendibilidades nos últimos cinco anos

para aumentar

Fonte: APFIPP no final de agosto
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos