Quais os fundos que gerem mais de 100 milhões de euros?


No final do mês de junho os ativos sob gestão das sociedades gestoras de fundos mobiliários era de 11.602 milhões de euros, menos 4,2% do que no final do mês anterior, segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios - APFIPP. Já quando comparado com o valor no final do ano passado, assistimos a um incremento de 0,2%.

Dos cerca de 200 produtos existentes, apenas 29 superam os 100 milhões de euros sob gestão. Essas três dezenas de produtos somavam, no final de junho, cerca de 8.000 milhões de euros com o maior fundo a ser o Caixagest Liquidez. O gigante da Caixagest tem um património superior a 1.367 milhões de euros, tendo ultrapassado a fasquia dos mil milhões de euros em meados do ano passado.

O Caixagest Fundo Monetário voltou a ser o segundo maior produto do mercado nacional, substituindo o Millennium Prestige Conservador que ocupou esse lugar em meses anteriores. O fundo da Caixagest fechou o mês de junho com 674 milhões de euros em atvossob gestão. 

Já o fundo gerido pela Millennium Gestão de Activos terminou o mês de junho com um montante  sob gestão de 663 milhões de euros, tendo sido consagrado  como o Melhor Fundo Multi-Activo nos últimos prémios Diário Económico/APFIPP. No acumulado dos primeiros cinco meses do ano, este fundo regista o maior volume de captações líquidas do mercado nacional. 

As duas posições seguintes são ocupadas por dois fundos da BPI Gestão de Activos: o BPI Reformas Investimento e ainda o BPI Liquidez. O primeiro com um património que ascende a mais de 417 milhões de euros e o segundo a registar mais de 380 milhões de euros sob gestão. Este último foi o fundo de investimento do mercado nacional que mais captações líquidas atingiu no quinto mês do ano.

Os fundos que ultrapassam os 100 milhões em património

para aumentar

Fonte: APFIPP no final de junho
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos