Tags: Alternativos |

Quais os fundos imobiliários abertos que registam rendibilidades positivas nos prazos de análise mais comuns?


Os fundos imobiliários podem ser abertos e fechados, consoante o tipo de produto e os seus investimentos, sendo referido no prospeto que tipo de fundo imobiliário se trata. Ainda dentro desta classificação, podemos encontrar dois tipos de produtos nos fundos abertos: os de rendimento e os de acumulação. De acordo com a Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – a principal diferença reside no facto dos primeiros distribuírem “os rendimentos gerados aos participantes, de forma periódica”, enquanto que os segundos “reinvestem automaticamente os rendimentos gerados pelas respectivas carteiras”, não fazendo qualquer distribuição.

A Associação considera doze fundos abertos, sendo que sete são de acumulação enquanto os restantes cinco são de rendimento. Desses doze, apenas três conseguem registar rendibilidades positivas em todos os prazos de análise mais comuns: um, dois, três, cinco e dez anos: o CA Património Crescente, o Imofomento e ainda o Vip.

Destes três, o que melhor rendibilidade regista nos últimos doze meses é o fundo Vip, que é gerido pela Silvip. No último ano atinge uma rendibilidade de 2,87% e desde da sua criação, em 1987, até ao final do ano passado, distribuiu mais de 230,5 milhões de euros de rendimento. Com estas condições, é considerado um fundo aberto de rendimento.

CA Património Crescente lidera nos prazos mais alargados

Exceptuando nos últimos doze meses, nos restantes prazos mais comuns de análise é o CA Património Crescente o fundo mais rentável. Gerido pela Square Asset Management, o fundo nos últimos dois anos regista uma rendibilidade anualizada de 2,86%. Nos restantes prazos (três, cinco e dez anos) a sua rendibilidade anualizada é superior a 3%, ficando perto dos 4% na última década. Contrariamente ao produto Vip, o CA Património Crescente é um fundo aberto de acumulação e, no ano passado, o fundo recebeu o título de melhor portfólio imobiliário nacional pelo Investment Property Databank (IPD). Pedro Coelho, administrador da entidade, explicou à Funds People que a gestão deste fundo se assemelha a uma lógica de “relógio suíço. “O fundo tem de funcionar numa espécie de relógio suíço, em que as rendas têm de bater certo todos os dias, existindo relações duradouras com os inquilinos”, afirmou.

Imofomento: fundo da BPI Gestão de Activos também se destaca

O fundo Imofomento também se destaca entre os imobiliários que conseguem ter resultados positivos nos prazos mais comuns de análise. Embora este fundo gerido pela BPI Gestão de Activos não lidere em nenhum dos período, consegue apresentar sempre uma rendibilidade superior a 1%. A estabilidade é uma das melhores características do produto, já que numa análise realizada em 2012 acerca dos fundos imobiliários que menos tinham caído desde o início da crise financeira, o produto já aparecia entre os destacados.

Os fundos imobiliários com resultado positivo em todos os prazos

Fonte: APFIPP no final de agosto.
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos