Tags: Negócio |

Quais os fundos de ações com captações líquidas positivas em 2015?


Depois de percorridos dois terços do ano é hora de fazer o balanço no que toca às captações líquidas nos fundos de ações. Em termos gerais e segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP - , o mercado nacional de fundos de investimento regista captações líquidas negativas de 343 milhões de euros. Nos fundos de ações a tendência é a mesma, com o acumulado a tocar os 27 milhões de euros negativos.

No entanto, alguns produtos conseguiram apresentar entradas de dinheiro positivas. Neste aspecto o maior destaque vai para o Caixagest Ações Líderes Globais. Este produto, gerido pela Caixagest, nos primeiros oito meses do ano consegue receber quase 81 milhões de euros, liderando de forma destacada. Trata-se também do maior fundo de ações do mercado nacional, tendo no final de agosto quase 140 milhões de euros em património.

Igualmente da responsabilidade da Caixagest surge o segundo fundo de ações que consegue ter mais captações líquidas. É ele o Caixagest Acções EUA que até ao final de agosto regista entradas líquidas de quase 8,5 milhões de euros.

Maior variedade na casa dos três milhões

Existem três fundos de ações que, desde o início do ano, registam captações líquidas positivas na casa dos três milhões de euros e todos eles pertencem a categorias APFIPP diferentes. Com 3,3 milhões de euros figura o Banif Euro Acções. O fundo é gerido pela Banif Gestão de Activos e é categorizado como um “fundo de ações UE, Suíça e Noruega”.

Com um saldo de 3,2 milhões de euros figura um fundo que a Associação classifica como “Outros fundos de ações internacionais”. Trata-se do Caixagest Acções Japão. O outro produto investe na América do Norte e nos primeiros oito meses do ano regista captações liquidas de 3 milhões de euros: o Santander Acções América da Santander Asset Management.

Apenas um fundo sectorial com saldo positivo

Além dos cinco produtos já referidos, existem outros tantos que registam um saldo positivo entre subscrições e resgates nos primeiros oito meses do ano. Desses, quatro estão na casa do milhão de euros com o Caixagest Acções Europa, da Caixagest, a arrecadar 1,9 milhões de euros.

Com 1,8 milhões de euros em captações líquidas surge o único fundo sectorial com saldo positivo: o Montepio Euro Healthcare. Gerido pela Montepio Gestão de Activos, o produto é o segundo mais rentável do ano, entre os fundos sectoriais, sendo apenas ultrapassado pelo Montepio Euro Telcos.

O Caixagest Acções Oriente e o BPI Ásia Pacífico, da BPI Gestão de Activos, são os restantes fundos de ações que registam captações líquidas positivas acima de um milhão de euros.

Os fundos de ações com captações líquidas positivas em 2015

FundoGestoraCategoriaCaptações líquidas 2015
Caixagest Ações Líderes GlobaisCaixagestAções: Outros fundos internacionais80 943 100 €
Caixagest Acções EUACaixagestAções América do Norte8 458 500 €
Banif Euro AcçõesBanif Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega3 369 000 €
Caixagest Acções JapãoCaixagestAções: Outros fundos internacionais3 200 700 €
Santander Acções AméricaSantander Asset ManagementAções América do Norte3 017 400 €
Caixagest Acções EuropaCaixagestAções UE, Suíça e Noruega1 986 200 €
Montepio Euro HealthcareMontepio Gestão de ActivosAções Sectoriais1 813 300 €
Caixagest Acções OrienteCaixagestAções: Outros fundos internacionais1 441 100 €
BPI Ásia PacíficoBPI Gestão de ActivosAções: Outros fundos internacionais1 055 200 €
Montepio Acções EuropaMontepio Gestão de ActivosAções UE, Suíça e Noruega69 900 €
Fonte: APFIPP no final de agosto
Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos