Tags: Negócio |

Quais os fundos com mais de 50 milhões de euros em captações líquidas este ano?


Entre o final do ano passado e o último dia do mês de maio, as captações líquidas no mercado nacional atingiram cerca de 215 milhões de euros, mesmo depois da queda que aconteceu no mês passado, segundo os dados publicados pela Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios (APFIPP). Foi esta a resposta que os investidores deram em 2015, depois de no ano passado o mercado ter fechado com mais resgates do que subscrições, na ordem dos 875 milhões de euros.

Nos primeiros cinco meses do ano, existem nove fundos que atingem entradas líquidas superiores a 50 milhões de euros, sendo que apenas três superam os 100 milhões de euros. Esse trio de produtos já não constituem novidade, tornando-se um pouco e no sentido positivo os “suspeitos dos costume”: o Millennium Prestige Conservador, o Santander Select Defensivo e ainda o Caixagest Liquidez.

O primeiro é gerido pela Millennium Gestão de Activos e atinge um fluxo superior a 189 milhões de euros. Este montante em captações líquidas elevou o produto ao segundo lugar dos maiores fundos do mercado nacional, destronando o Caixa Fundo Monetário. O Millennium Prestige Conservador fechou o mês de maio com mais de 687 milhões de euros em património.

O Santander Select Defensivo, gerido pela Santander Asset Management, foi o segundo fundo do mercado que mais captações líquidas regista nos primeiros cinco meses do ano. De acordo com a Associação o saldo entre subscrições e resgates atinge mais de 152 milhões de euros no período em análise. Este valor contribuiu para o facto da entidade ser a gestora que regista maior volume de captações líquidas em 2015, ultrapassando os 300 milhões de euros.

Já o fundo gerido pela Caixagest apresenta um saldo de 119 milhões de euros. O Caixagest Liquidez é o maior fundo nacional, com mais de 1.300 milhões de euros, e ao longo dos últimos anos o seu crescimento tem sido exponencial.

Quais os fundos que crescem mais de 50 milhões?

Além dos três produtos do mercado nacional que ultrapassam os 100 milhões de euros em captações líquidas em 2015, existem mais meia dúzia de fundos portugueses que se destacam ao apresentarem um saldo positivo superior a 50 milhões de euros.

Com 94 milhões de euros em captações líquidas surge o Caixagest Seleção Global, seguido do BPI Liquidez, da BPI Gestão de Activos, com um saldo de 83 milhões de euros.

Com cerca de 72 milhões de euros figuram mais dois produtos: o Santander Select Moderado e ainda o CA Rendimento. Este segundo fundo é gerido por Fernando Nascimento da pela CA Gest é o único da lista que nos primeiros cinco meses do ano teve captações líquidas negativas num mês. Ainda assim, o fundo é o maior produto de obrigações no mercado nacional com 384 milhões de euros em património.

A fechar este rol encontramos mais dois produtos, geridos por duas entidades gestoras. Com um saldo de 65 milhões de euros figura o Santander Private Defensivo. com captações líquidas de 61 milhões de euros aparece o Caixagest Ações Líderes Globais. Este fundo gerido por Rui Nunes (responsável pela equipa de ações europeias) e Tiago Guedes, da Caixagest, tinha mais de 131 milhões de euros em ativos sob gestão no final de maio, sendo o maior fundo de ações do mercado português.

Os fundos com mais captações líquidas nos primeiros cinco meses de 2015

para aumentar

Fonte: APFIPP no final de maio
Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos