Quais foram os melhores fundos high yield do ano que terminou?


Quais foram os melhores fundos high yield em 2013? Em primeiro lugar importa salientar que no ano passado a rentabilidade “fixou-se” na Europa, tendo este mercado apresentado um comportamento mais favorável do que o mercado americano. Desta forma, os fundos que ofereceram retornos mais elevados aos seus participantes no ano passado foram os produtos que centram o seu universo de investimento no velho continente. No primeiro e segundo lugares do pódio das rentabilidades mais elevadas no ano que terminou, aparecem dois fundos que conseguiram retornos de dois dígitos: o Nordea-1 European High Yield Bond Fund e o ING (L) Renta Fund Europe High Yield.

O fundo da ING Investment Management destaca-se por ter sido aquele que apresentou uma rentabilidade mais consistente a três anos (12,32%), enquanto o produto da Nordea esteve em destaque por ter os melhores resultados a cinco anos (21,93%).

O quinto lugar do ranking da categoria de “Obrigações Alto Rendimento Europa” da Morningstar é ocupado pelo JPM Europe High Yield Bond, enquanto o sétimo lugar pertence ao Fidelity Funds – European High Yield. O produto da J.P. Morgan Asset Management conseguiu em 2013 uma rentabilidade de 9,15%, enquanto o fundo pertencente à Fidelity Worlwide Investment registou um retorno de 8,8%. A cinco anos este produto apresenta a terceira melhor rentabilidade.

No que diz respeito às rentabilidades dos fundos  "Obrigações Alto Rendimento Globais" ainda que sejam significativas, são mais modestas. O fundo que registou um melhor comportamento no ano passado dentro desta categoria foi o Morgan Stanley Global High Yield Bond Fund, com 8,18% de retorno. Seguiu-se o BGF-Global High Yield Bond, da BlackRock, com 7,36%. A Franklin Templeton Investments e a Schroders também conseguiram incluir fundos seus nesta listagem. O Templeton Global High Income Bond Fund apresentou uma rentabilidade de 6,26% em 2013, enquanto o Schroder ISF Global High Yield, da Schroders conseguiu 3,95% de retorno.

Apresentamos-lhe abaixo o ranking dos produtos mais rentáveis em 2013, tanto de high yield europeu como global.

Obrigações High Yield Europa

Fundo

Rent. 2013 (%)

Rent. 3 anos anualizada (%)

Rent. 5 anos anualizada (%)

Nordea-1 European High Yield Bond Fund

10,92

8,94

21,93

ING (L) Renta Fund Europe High Yield

10,65

12,32

-

Morgan Stanley Investment Funds European Currency High Yield Bond

10,0

-

-

M&G European High Yield Bond

9,95

10,6

17,39

JPM Europe High Yield Bond

9,15

-

-

AXA European High Yield Bonds

9,02

-

-

Threadneedle European High Yield Bond

8,9

9,03

18,21

Fidelity Funds - European High Yield

8,8

8,98

18,77

F&C European High Yield Bond

8,26

8,58

17,0

Muzinich Europe High Yield Bond Fund

8,02

7,43

17,02

Robeco Capital Growth Funds - Robeco European High Yield Bonds

7,45

9,3

19,13

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obrigações High Yield Globais 

Fundo

Rent. 2013 (%)

Rent. 3 anos anualizada (%)

Rent. 5 anos anualizada (%)

Morgan Stanley Global High Yield Bond Fund

8,18

-

-

BGF-Global High Yield Bond

7,36

-

-

Templeton Global High Income Bond Fund

6,26

-

-

Julius Baer Multibond - Global High Yield Bond Fund

4,69

 

 

BGF-Global High Yield Bond

 

 

 

AXA World Funds Global High Yield Bonds

4,58

8,16

17,97

Principal Global Investors Funds High Yield

4,40

8,60

-

Schroder ISF Global High Yield

3,95

-

-

Robeco Capital Growth Funds - Robeco High Yield Bonds

3,92

-

-

Credit Suisse (Lux) Global High Yield Bond Fund

3,54

 

-

M&G High Yield Corporate Bond

3,44

7,29

-

Fonte: Morningstar

Empresas

Outras notícias relacionadas


Anterior 1
Anterior 1

Próximos eventos