Tags: Alternativos |

Quais as gestoras imobiliárias que apresentam crescimento positivo em 2015?


Nos primeiros cinco meses de 2015, os fundos de investimento imobiliário sofreram um deslize de 2,7%, passando de 11.398 milhões de ativos geridos no final do ano passado para os 11.087 milhões de euros no final de maio. Esta queda superior a 300 milhões de euros não foi generalizada, já que cerca de metade das entidades que constam na Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP -  registam uma evolução positivas nos cinco primeiros meses de 2015.

Das 17 entidades que evoluíram positivamente entre o final do ano passado e o final do quinto mês do ano, aquela que apresenta a maior variação percentual é a Atlantic. Nesse período os ativos sob gestão da entidade cresceram quase 12%, passando de 73,8 milhões para 82,6 milhões de euros. Com um aumento percentual de 6,96% surge, logo de seguida, a Orey Financial que fechou o mês de maio com 12,3 milhões de euros, depois de ter terminado o ano com 11,5 milhões de euros de património.

A Norfin foi a entidade que mais cresceu em termos monetários. Entre o final do ano passado e o término do quinto mês do ano a entidade que gere 15 fundos cresceu quase 40 milhões de euros, ficando mais perto do patamar dos 950 milhões de euros. Esta entidade é, também, a segunda que mais cresceu nos últimos dois anos, ao registar um incremento próximo dos 50%. A Square Asset Management foi a outra das casas com um crescimento superior a 10 milhões de euros, tendo fechado o mês de maio com 811,5 milhões de euros de património.

As entidades que mais cresceram em 2015

para aumentar

Fonte: APFIPP no final de maio
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos