Tags: Obrigações | Ações |

Quais as entidades gestoras que mais cresceram em 2015?


Os primeiros nove meses do ano têm sido de “sentimento misto” no que toca ao mercado nacional de fundos de investimento. Depois de um início de 2015 fulgurante, com o passar dos meses esse fulgor tem vindo a desvanecer-se, e neste momento o vermelho marca presença.

Entre o final do ano passado e o final do nono mês de 2015, o património sob gestão das entidades gestoras de fundos de investimento registadas na Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios – APFIPP – reduziu-se em 4,3%. Ou seja, em nove meses, o mercado sofreu uma redução de quase 500 milhões de euros. A mesma tendência foi sentida em setembro, face ao mês anterior, com a queda a situar-se em 1,68%, ou seja, quase 190 milhões de euros. Ainda assim, o mercado fecha o terceiro trimestre do ano com mais de 11.580 milhões de euros em ativos sob gestão.

No entanto, nem tudo são más notícias. Das 17 entidades registadas na Associação, oito conseguem registar uma subida do seu património em 2015. Desta, aquela que regista maior subida percentual é a Optimize Investment Partners. Nos primeiros nove meses do ano o incremento situa-se em mais de 22%, o que se traduz em pouco mais de 12 milhões de euros de crescimento. Desta forma, no final de setembro, a entidade tinha mais de 67,6 milhões de euros em ativos sob gestão.

Com subidas, também de dois dígitos, surgem três entidades, sendo duas delas as duas maiores gestoras nacionais: a Caixagest e a BPI Gestão de Activos. A primeira lidera a lista com mais de 4 mil milhões de euros em património, fruto de uma evolução de 10,16%; enquanto a segunda cresceu 12,37% para quase 2.150 milhões de euros em ativos sob gestão.

A 'restante' é a Popular Gestão de Activos que consegue um aumento de 10,44% para mais de 153 milhões de euros em património gerido.

Poucos fundos em carteira...mas aumento do património

No que toca às restantes quatro entidades, a maior característica em comum é o facto de terem poucos fundos sob a sua responsabilidade. No total, as quatro entidades gerem cerca de vinte produtos, com a Banif Gestão de Activos a ser a gestora com mais fundos sob a sua alçada. Esta entidade, que no final de setembro geria 11 produtos, cresceu nos primeiros nove meses do ano 1,13%, para 500 milhões de euros de montante sob gestão. 

Já a Patris Gestão de Activos viu o seu património aumentar 9,38% para os 10,5 milhões de euros, tendo em carteira três fundos de investimento. Logo depois surge a Invest Gestão de Activos com dois produtos e um património de 12,3 milhões de euros, mais 7,89% do que no final do ano passado.

Com seis fundos sob a sua responsabilidade surge a LYNX Asset Managers. Entre o final do ano passado e o final de setembro, a entidade viu os seus ativos sob gestão crescerem 1,76% para os 46,2 milhões de euros.

As entidades que cresceram em 2015

(ordem alfabética)

GestoraDezembro 2014 *Setembro 2015 *Variação %Variação € *
Banif Gestão de Activos495 € 500,60 €1,13%5,6 €
BPI Gestão de Activos1908,4 € 2 144,40 €12,37%236,0 €
Caixagest3662,8 € 4 034,90 €10,16%372,1 €
Invest Gestão de Activos11,4 € 12,30 €7,89%0,9 €
LYNX Asset Managers45,4 € 46,20 €1,76%0,8 €
Optimize Investment Partners55,3 € 67,60 €22,24%12,3 €
Patris Gestão de Activos 9,6 € 10,50 €9,38%0,9 €
Popular Gestão de Activos138,9 € 153,40 €10,44%14,5 €

 

Fonte: APFIPP no final de Setembro.      * Valores em milhões de euros
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos