Tags: Negócio |

Put your money where your mouth is


“Put your money where your mouth is” é um dos mais conhecidos slogans de investimento e o que melhor espelha a capacidade de um investidor de cumprir com aquilo que apregoa e com o crédito que o mercado lhe dá.

Neste campo Warren Buffet é para a esmagadora maioria dos profissionais do ramo financeiro o melhor e mais consistente ícone do saber fazer. A crise financeira de 2007 crise provou mais uma vez ser uma excelente oportunidade de investimento à qual o guru não deixou passar em branco. Seja em tomadas de posições imediata em empresas, empréstimos a taxas elevadas, na aquisição opcções convertíveis em capital ou simplesmente a defender nos órgãos de media a capacidade dos Estados Unidos de darem a volta a um gravíssimo problema

A empresa que dirige, Berkshire Hathaway, anunciou a semana passada resultados que demonstram o sucesso das operações de investimento protagonizadas quando o resto do mercado procurava uma saída. 5 anos depois os lucros dos investimentos aquando da crise ascendem a mais de $10 mil milhões e o capital agora disponível supera os $40 mil milhões, o que coloca um problema das arábias, pois Buffet por diversas vezes referiu que não gosta de ter disponível mais de $20 mil milhões, “dinheiro parado é dinheiro que não dá rentabilidade”

Contudo pior que pouco rendimento é um mau investimento e como o mesmo afirma, é mau mas “durmo bem”, isto para enfatizar a ideia por vezes descurada pelos gestores de capital de que é preciso esperar pelo momento oportuno

Oportunidade como a que surgiu quando em 2010 Buffet adquiriu a companhia de caminhos-de-ferro, Burlington Northern Santa Fe por $26 mil milhões. Muitos se questionaram na altura o porque de investir numa indústria conotada como estando um pouco obsoleta e sem grande futuro. A estratégia foi simples tal como os negócios em que investe, apostando na recuperação da economia era lógico que o tráfico de pessoas e mercadorias iria aumentar e que ao contrário da perceção generalizada ainda não existe alternativa viável a esse meio de transporte

Com 83 anos e a perspetiva de uma passagem de testemunho nos próximos tempos, o mundo financeiro necessita de mais investidores como Warren Buffet para não ficar órfão como o mundo da tecnologia ficou com a saída de cena de Steve Jobs. Buffet prova que o capital é benigno e de importância extrema para o desenvolvimento civilizacional tal como Jobs provou que a tecnologia se pode aliar ao design, facilitar a vida e melhorar a produtividade de cada um

Na análise técnica desta semana destaco a possibilidade de um padrão de Doji no S&P500 que pode indiciar um topo

O Mais Lido

Próximos eventos