Tags: Negócio |

PSI-20 voltou a valorizar


Depois de dois meses em que o PSI-20 seguiu a desvalorização, o mês de outubro trouxe uma “cara lavada” ao índice bolsista português, com uma valorização de 1,2%, que levou o índice a fechar o mês nos 4651.93 pontos, segundo os dados publicados pela CMVM. Com esta recuperação, o índice está a cair mais de 12% ao longo de 2016.

Relativamente à volatilidade, o índice registou em outubro um valor de 12,52%, um valor mais baixo do que os 15,61% registados em setembro. Em termos acumulados, os primeiros dez meses do ano registam uma volatilidade acumulada de 21,6%, um valor mais reduzida do que o registado no mesmo período do ano passado (23,90%).

Transações em ETFs crescem

Sobre as transações no mercado secundário a contado, o comportamento nas Unidades de Participação e nos ETFs foi diferente. Enquanto no primeiro caso houve um decréscimo de 12,7%, face ao mês anterior, nos ETFs houve uma subida notória de quase 50%.

Nas Unidades de Participação o montante transacionado atingiu os 2,7 milhões de euros, que compara com os 3,1 milhões transacionados em setembro; já nos ETFs o montante passou de 1,1 milhões (em setembro) para 1,6 milhões de euros (em outubro).

Menos dívida negociada este ano

O mesmo documento da CMVM evidencia o montante transacionado em títulos de dívida pública. De acordo com o regulador, em outubro foram negociados quase 8.700 milhões de euros (em OTs e BTs), no mercado MTS Portugal. Em termos homólogos, trata-se de um decréscimo de 62%, já que em outubro do ano passado esta rubrica apresentou-se com quase 23 mil milhões de euros.

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos