Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 volta a encerrar no verde pela terceira sessão consecutiva


O PSI 20 voltou a valorizar, hoje subindo 1,50% para os 5.737,250. Nas restantes congéneres europeias, um fecho de sessão também positivo. Madrid encerrou a valorizar 1,43%, Paris subiu 1,01% e Frankfurt valorizou 0,78%.

José Barroso, Gestor de Activos do Banco Popular, refere que "o dia de hoje foi marcado pela valorização nos mercados europeus, consequência não só dos bons resultados trimestrais das empresas, como também, do resultado da actividade industrial na Zona Euro e na Alemanha, que em ambos os casos foram superiores ao esperado pelos analistas, sinalizando mesmo uma expansão na Europa."

Já quanto às bolsas accionistas americanas, segundo o Gestor, "apresentam um comportamento misto, apesar dos dados macroeconómicos do sector imobiliário terem sido superiores ao esperado e as empresas estarem a apresentar resultados trimestrais acima ao aguardado pelos mercados"

Na NYSE Euronext Lisbon, o final de sessão registou 15 subidas, 3 descidas, e 2 empresas a manterem os mesmos resultados.

O sector bancário, terminou esta sessão a “redimir-se” do dia de ontem. José Barroso destaca "o comportamento do sector bancário devido à revisão das regras europeias sobre os requisitos de solvabilidade. Esta alteração vai permitir a utilização de capital, que estava até agora “bloqueado”, para possíveis perdas potências com a dívida pública"

Todas as empresas da banca cotadas encerraram a valorizar. Com a  maior valorização do sector, o BPI subiu 3,76% para os 0,993. Já o BES valorizou 0,367 para os 0,707. O Banif subiu 1,92% para os 0,053, enquanto a valorização do BCP foi de 2,11% para os 0,097.

Na energia, também um fim de sessão positivo. A EDP valorizou 1,21% para os 2,520; enquanto a EDP Renováveis subiu 3,27% para os 3,790. Já a REN fixou-se nos mesmos valores da sessão de ontem.

Nas telecomunicações, uma das desvalorizações pertenceu à PT, que ontem tinha animado o final de sessão, hoje desvalorizou 2,37% para os 2,890. Também a Sonaecom encerrou no vermelho, caindo 0,79% para os 1,761. A única subida no sector peretenceu assim à Zon Multimédia, que encerrou a valorizar 0,17% para os 4,060.

As retalhistas, Jerónimo Martins e Sonae SGPS hoje encerraram no verde. A empresa de Alexandre Soares dos Santos subiu 2,56% para os 16,235; enquanto a concorrente de Belmiro de Azevedo valorizou 0,90% para os 0,784. A construtora Mota-Engil também terminou a valorizar 2,85% para os 2,812.

 

Empresas

O Mais Lido

Próximos eventos