Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 volta a cair


O índice português voltou a cair neste final de sessão, 0,15% para os 5.990,850 pontos. As restantes congéneres europeias, no entanto, conseguiram segurar-se no verde.

Na NYSE Euronext Lisboa foram 9 as empresas cotadas que valorizaram; 9 caíram e 2 mantiveram os mesmos resultados da sessão anterior.

Marisa Cabrita da Orey Financial refere que "a praça de Lisboa contrariou a tendência das praças europeias, ao fechar a cair 0.11%, num dia de variações contidas.  As quedas foram lideradas pelo Banif, que recuou 9.09%. O banco deverá iniciar a próxima fase do processo de recapitalização na próxima semana e vender a operação que detém no Brasil até ao final do ano".

Adicionalmente, apesar da notícia que dá conta que a Galp irá entrar num concurso ao maior leilão de petróleo do Brasil, agendado para 21 de Outubro a petrolífera encerrou a cair 1.05%.

O sector bancário foi um dos que mais contribuiu para a queda do PSI 20. A maior queda do dia pertenceu ao Banif que decresceu 9,09% para 0s 0,010 euros. A cair 1,01% ficou o BPI, que ficou nos 0,947 euros. O BCP manteve os mesmos resultados da sessão anterior. O BES conseguiu crescer 0,12%.

Na energia apenas a EDP conseguiu segurar-se no verde crescendo 0,52% para os 2,708 euros. A EDP renováveis por outro lado, caiu 0,52% para os 3,850 euros. A Galp também foi um dos pesos pesados a causar moça no PSI 20, já que desvalorizou 1,05%.
 

Profissionais
Empresas

Outras notícias relacionadas


Próximos eventos