PSI-20: volatilidade cai para metade


O mês de setembro foi marcado pela diminuição da volatilidade no índice de referência nacional - o PSI-20 - comparativamente com o mês anterior, segundo os dados publicados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários. Em setembro o “batimento cardíaco” atingiu os 13,53% enquanto no mês anterior tinha ultrapassado os 26%. Já o maximum drawdown no mês passado alcançou os 6,6%, recuperando dos 11,57% no mês de agosto.

Já o índice voltou a cair mais um vez, desta feita 4% quando comparado com o final do mês de agosto. Em termos anuais o valor da queda situa-se em 13% e nos últimos doze meses resvalou em 4,2%.

Transações de ETF e de UPs em franco crescimento

Em 2014 as transações no mercado secundário, tanto de ETF como de Unidades de Participação, têm vindo a crescer. O relatório do regulador, referente ao mês de setembro, mostra que os valores negociados em ETF já ultrapassam os 35 milhões de euros em 2014; enquanto isso, as Unidades de Participação (UPs) estão perto dos 255 milhões de euros no período de tempo entre janeiro e setembro deste ano.

Em termos percentuais os resultados são bem evidentes, com os valores negociados de ETF a cresceram em 152%, e as UPs perto de 500%, isto face ao mesmo período do ano passado.

Capitalização bolsista também cresce

Também a capitalização cresceu durante os últimos doze meses, sobretudo nas UPs. Nestes ativos o valor percentual do crescimento é de 146% para os 293 milhões de euros. Já se analisarmos a evolução em 2014, houve um decréscimo de 6,5%.

Outras notícias relacionadas


O Mais Lido

Próximos eventos