Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 mais de 1% com banca em destaque


 

Entre as congéneres da bolsa portuguesa, Paris e Madrid caíram 0,40% e 0,22%, respectivamente, enquanto Londres avançou 0,30% e Frankfurt progrediu 0,15%, numa sessão marcada por resultados de empresas e em que títulos como Novartis e Unilever encerram positivos, enquanto a Tui teve um dia negativo.

O PSI 20 subiu 1,06% para 6.337,59 pontos, com 12 títulos positivos e oito negativos, no dia em que Portugal regressou aos mercados com uma emissão de dívida de longo prazo, pagando um juro que terá sido inferior a 5% e tendo a procura superado largamente a oferta.

No sector financeiro, o BES ganhou 4,26% para 1,15 euros, o BCP progrediu 7,48% para 0,115 euros e o BPI avançou 1,63% para 1,312 euros, enquanto Banif e ESFG fecharam em queda de 0,68% e 0,09%, respectivamente, para 0,145 euros e 5,415 euros.

O dia foi negativo para os títulos da área de tecnologia e telecomunicações, com Portugal Telecom a deslizar 0,92% para 4,191 euros, Sonaecom a perder 0,26% para 1,512 euros e Zon Multimédia a recuar 0,25% para 3,242 euros.

Entre as energéticas, a Renováveis foi a única a fechar no ‘vermelho’, caindo 0,456% para 4,34 euros, enquanto a EDP progrediu 0,34% para 2,387 euros, a REN somou 0,09% para 2,3 euros e a Galp Energia valorizou 1,3% para 12,5 euros, estando entre os títulos que mais contribuíram para a subida do índice.

O mesmo se aplica à Jerónimo Martins, que encerrou em alta de 1,85% para 16 euros.

Entre as subidas destaque ainda para a Sonae Indústria, que valorizou 11,43% para 0,614 euros.

O Mais Lido

Próximos eventos