Tags: Obrigações | Ações |

PSI 20 fecha semana em alta


Entre as congéneres da bolsa portuguesa, as valorizações oscilaram entre 0,61% de Madrid e 1,92% de Frankfurt, influenciadas pelos números do emprego nos Estados Unidos, com a criação de postos de trabalho a sair ligeiramente acima do esperado pelo mercado.

Na NYSE Euronext Lisbon, o PSI 20 subiu 0,98% para 5.850,07 euros, com 12 títulos positivos, cinco negativos e três inalterados, a Cofina, o BPI e o Banif, que encerraram a cotar a 0,43 euros, 0,992 euros e 0,097 euros, respectivamente.

Os restantes dois títulos do sector financeiro fecharam em alta, com BCP a subir 2,0% para 0,102 euros e BES a ganhar 0,94% para 0,748 euros.

Sessão positiva viveu também a Jerónimo Martins, que valorizou 1,21% para 16,295 euros.

Entre as energéticas, a EDP subiu 2,19% para 2,52 euros, a Galp Energia avançou 1,42% para 12,495 euros, a REN ganhou 0,36% para 2,239 euros, enquanto a EDP Renováveis deslizou 3,85% para 3,75 euros.

Na área de telecomunicações, a Sonaecom terminou a última sessão da semana em queda de 0,44% para 1,568 euros, a Portugal Telecom com uma descida de 0,3% para 3,29 euros, tendo a Zon Multimédia progredido 2,86% para 3,457 euros.

Na semana, o PSI20 caiu 1,5%, “penalizado pela ausência de novas medidas não convencionais de política monetária por parte do BCE, o que teve um impacto negativo em alguns activos da periferia da Zona Euro”, refere Jorge Guimarães, director-adjunto da Banif Gestão de Activos.

Pela positiva destaca a EDP, “que beneficiou da possibilidade de a CTG vir a investir conjuntamente com a empresa portuguesa em projectos hidroeléctricos em vários países”. Pela negativa refere a Novabase, “penalizada pelo anúncio de que irá sair do índice PSI20 na próxima revisão, bem a EDP Renováveis, devido a receios de novas alterações regulatórias, nomeadamente no mercado espanhol”.

O Mais Lido

Próximos eventos